Cartão Goitacá: Prefeitura de Campos paga beneficiários nesta sexta-feira - Tribuna NF

Cartão Goitacá: Prefeitura de Campos paga beneficiários nesta sexta-feira

IPTU - Prefeitura de Campos dos Goytacazes

A Secretaria Municipal de Desenvolvimento Humano e Social realiza, nesta sexta-feira (1º), o pagamento do Cartão Goitacá no valor de R$ 200 para os usuários. Serão beneficiadas as 3.164 famílias que receberam no mês passado. O programa, criado no governo Prefeito Wladimir Garotinho, garante alimentação para famílias da faixa da pobreza e extrema pobreza. A nova listagem será divulgada na próxima quinta-feira (07) no site da Prefeitura (www.campos.rj.gov.br) e da secretaria (social.campos.rj.gov.br).

De acordo com o secretário, Rodrigo Carvalho, as inclusões estão sendo de forma gradativa, seguindo os critérios estabelecidos na lei de criação do Programa e a meta é atender 10.000 famílias até dezembro de 2022.

“Toda sociedade sofre com o impacto da pandemia, e as famílias em vulnerabilidade ainda mais com a insegurança alimentar. O cartão reforça a rede de proteção social criada pela governo municipal”, destaca o secretário.

O secretário lembra que não é necessário fazer inscrição para recebimento do benefício. As famílias beneficiárias são referenciadas no Centro de Referência Especializado de Assistência Social (CREAS) e Centro de Referência de Assistência Social (CRAS).

A concessão do benefício deverá ser reavaliada anualmente pela equipe técnica. Os beneficiários devem estar, preferencialmente, em acompanhamento familiar pelo Serviço de Proteção e Atendimento Integral à Família (PAIF) ou Serviço de Proteção e Atendimento Especializado à Família e Indivíduos (PAEFI). A lei, também, foi aprovada pelo Conselho Municipal de Assistência Social.

Serão priorizadas famílias numerosas, que tenham em sua composição idosos e pessoas com deficiência sem fonte de renda e sustento; pessoas e famílias vítimas de calamidades e emergências; mulheres chefes de família e seus filhos, mulheres em situação de violência e jovens egressos dos acolhimentos institucionais.

E, ainda, é preciso estar inscrito no Cadastro Único para Programas Sociais – CadÚnico; ter renda mensal per capita na faixa da extrema pobreza; ser morador (a) do município de Campos há no mínimo 3 anos e, preferencialmente, não estar inserido em outros programas de transferência de renda.

Secom*

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *