25/05/2024
Política

Alvo da PF, irmão de Castro aciona STF contra investigações no STJ

Alvo de um mandado de busca e apreensão da Polícia Federal por ordem do Superior Tribunal de Justiça em dezembro, Vinícius Sarciá Rocha seguiu os passos do irmão, o governador do Rio de Janeiro, Cláudio Castro, e acionou o Supremo Tribunal Federal contra as investigações em curso no STJ.

A informação é da Coluna de Guilherme Amado, de Metrópoles.

As apurações que atingiram Sarciá, presidente do Conselho de Administração da Agência de Fomento do Estado do Rio de Janeiro (AgeRio), miram supostos crimes de corrupção e lavagem de dinheiro de Castro.

Nesta segunda-feira (22/1), os advogados de Sarciá apresentaram ao STF um habeas corpus contra as ordens do relator do pedido de busca e apreensão contra ele no STJ, ministro Raul Araújo. A solicitação da defesa dele, que tramita em segredo de Justiça no Supremo e ainda não foi distribuída a um dos ministros, pede nulidade e trancamento de procedimentos investigativos.

Ao cumprir o mandado de busca e apreensão da Operação Sétimo Mandamento contra Sarciá, irmão de consideração de Castro, a PF encontrou dinheiro vivo na casa dele. Os valores somados pelos investigadores no local foram de R$ 128 mil e US$ 7.535.

Além das buscas contra Vinícius Sarciá Rocha, o ministro do STJ determinou a quebra de sigilos bancário, fiscal e telemático de investigados no inquérito, incluindo Cláudio Castro. Como revelou a coluna, o próprio governador do Rio tenta no STF derrubar as investigações. O pedido está nas mãos do ministro André Mendonça.

Alerj

Comente