Auxílio emergencial: saque em dinheiro da 2ª parcela é liberado para trabalhadores nascidos em outubro

Nesta quarta-feira (dia 10), a Caixa Econômica Federal libera o saque em dinheiro da segunda parcela do auxílio emergencial de R$ 600 para os nascidos em outubro. São 2,6 milhões de trabalhadores informais, autônomos, microempreendedores individuais (MEIs) e desempregados sem seguro-desemprego, sem direito ao Bolsa Família.

Essas pessoas se cadastraram pelo site do banco (caixa.gov.br) ou pelo aplicativo Caixa / Auxílio Emergencial. Os pedidos foram processados pela Dataprev e enviados para a Caixa para pagamento.

O dinheiro foi creditado de 20 a 26 de maio, em contas poupanças sociais digitais abertas em nome desses trabalhadores. Mas, até então, não era permitida a retirada em espécie. As liberações em dinheiro começaram no em 30 de maio e seguem um cronograma de acordo com mês de nascimento do trabalhador (um grupo por dia para evitar aglomerações nas agências). Confira abaixo.

Até a data de liberação para saque, os recursos já depositados nas poupanças sociais digitais da Caixa podem ser usados apenas para pagamento de contas, de boletos e compras por meio do cartão de débito virtual ou de QR Code (pelas maquininhas de pagamento das lojas físicas). Somente quando o saque em espécie é permitido, passa a ser possível também a transferência de recursos para outras contas.

Para os trabalhadores que receberam a primeira parcela do benefício em outra conta, em outro banco, os recursos da segunda parcela depositados nas poupanças digitais serão transferidos automaticamente também na data de liberação dos saques e transferências. Com isso, esses beneficiários terão que procurar os bancos em que têm conta caso queiram sacar o dinheiro.

Veja o calendário de retiradas

Saque em espécie para quem não tem Bolsa Família

– 30 de maio – nascidos em janeiro (2,6 milhões de pessoas)

– 1 de junho – nascidos em fevereiro (2,4 milhões de pessoas)

– 2 de junho – nascidos em março (2,7 milhões de pessoas)

– 3 de junho – nascidos em abril (2,6 milhões de pessoas)

– 4 de junho – nascidos em maio (2,7 milhões de pessoas)

– 5 de junho – nascidos em junho (2,6 milhões de pessoas)

– 6 de junho – nascidos em julho (2,6 milhões de pessoas)

– 8 de junho – nascidos em agosto (2,6 milhões de pessoas)

– 9 de junho – nascidos em setembro (2,6 milhões de pessoas)

– 10 de junho – nascidos em outubro (2,6 milhões de pessoas)

– 12 de junho – nascidos em novembro (2,5 milhões de pessoas)

– 13 de junho – nascidos em dezembro (2,5 milhões de pessoas)

*No dia 11 de junho, não haverá pagamento, pois é feriado de Corpus Christi.

Ordem de saque
Vale lembrar que somente quem conseguiu a primeira parcela até 30 de abril terá a possibilidade de saque conforme o calendário acima.

Quem recebeu a primeira parcela depois disso, na nova leva de aprovados liberada em maio, só deverá começar a receber a segunda parte do auxílio 30 dias depois da data de depósito da primeira parcela, que veio em atraso.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *