Alerj instala Frente Parlamentar Pró-Ferrovias e região do Porto do Açu pode ser beneficiada - Tribuna NF

Alerj instala Frente Parlamentar Pró-Ferrovias e região do Porto do Açu pode ser beneficiada

O objetivo da Assembleia Legislativa é discutir a logística do transporte de carga no Estado do Rio de Janeiro.

A Frente Parlamentar Pró-Ferrovias Fluminense, da Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj), realizou nesta terça-feira (15/08) reunião de instalação, e o objetivo da Casa é debater a logística do transporte de cargas e formular políticas públicas voltadas para esse setor. A Frente defende a reativação da malha ferroviária ociosa e o aprimoramento da que está em operação.

O coordenador da Frente Parlamentar, deputado Luiz Paulo (PSD), ressaltou a importância da instalação dessa Frente para o estado e disse que a cidade está atrasada em comparação a outros estados. “Essa é uma das Frentes mais significativas do Parlamento, porque o Estado do Rio, historicamente, está muito atrasado na questão da logística do transporte de cargas sobre trilhos. Estamos entre os estados de Minas Gerais, Espírito Santo e São Paulo em que as ferrovias estão bem desenvolvidas… Já o nosso Rio de Janeiro tem poucas malhas ferroviárias, sendo predominante o transporte de cargas por rodovias”, comentou.

Luiz Paulo ainda pontuou que é necessário ter a logística de transporte sobre trilhos consolidada, pois nos próximos dois meses o Plano Estratégico de Desenvolvimento Econômico Social será entregue, e ele é que irá fundamentar o Plano Plurianual (PPA).

Durante o encontro, a deputada Lucinha (PSD) foi eleita vice-coordenadora e a deputada Martha Rocha será a secretária-geral da Frente Pró-Ferrovias Fluminense. Após a votação, os deputados afirmaram que irão apresentar novas proposições relativas ao setor.

Martha Rocha pontuou que irá apresentar alguns indicadores e ações que podem ser desenvolvidos para fortalecer o dinamismo da logística de carga através das ferrovias. Ela ainda explicou o que o Parlamento pode fazer com relação aos investimentos concedidos pelo Governo Federal através do Novo Programa de Aceleração do Crescimento (PAC).

“Investir na logística de carga, através da ferrovia, garante o desenvolvimento. O Rio de Janeiro é o estado que irá receber o maior número de investimento do PAC. Podemos verificar se foi destinado algum tipo de verba para essa estratégia e com isso amarrar essas ações do Governo do Estado com o Governo Federal”, disse a deputada.

Participaram também da reunião o deputado Rosenverg Reis (MDB); o vice-presidente Técnico Cultural de Memória e Preservação Ferroviária da AENFER, Hélio Suevo; o secretário de Transportes de Japeri, José Augusto Valente; o diretor de Transportes e Logística do Crea-RJ, Itamar Marques; o coordenador do Movimento em Defesa dos Trens (MDT), Fábio Ferreira; o diretor-presidente da Assessoria Fiscal da Alerj, Mauro Osorio; e o presidente da Associação Fluminense de Preservação Ferroviária, Ricardo Lafaiete.

Ascom*

Alerj

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *