Sérgio Cabral: “A foto da gangue dos guardanapos foi muito bem explorada pelo blog do Garotinho”

Por Ralfe Reis

Era abril de 2012 quando o Brasil começava a tomar conhecimento de uma das maiores farras com o dinheiro público. Naquele mês o blog do ex-governador Anthony Garotinho trazia à tona uma farra no Restaurante do Hotel La Paiva, na famosa e badalada Avenida Champs-Élysées, em Paris, com empreiteiros, empresários, políticos, pessoas da alta sociedade e entre os figurões daquela farra estava o chefe confesso de uma das maiores organizações criminosas do Rio de Janeiro e do Brasil, o ex-governador Sérgio Cabral. Aquela farra foi denominada por Garotinho de ‘gangue dos guardanapos’.

Além do chefe da ORCRIM Sérgio Cabral, participavam das farras fora do Brasil o empreiteiro Fernando Cavendish, dono da Delta, os então secretários Regis Fichtner, Wilson Carlos, Sérgio Côrtes, Júlio Lopes e outros nomes famosos da política fluminense. Nas fotos trazidas à tona pelo blog do Garotinho ainda mostravam Adriana Ancelmo, mulher de Cabral, e outras esposas de políticos exibindo as “solas vermelhas” dos poderosos e caríssimos sapatos “Louboutin”.

Agora, passado cerca de 10 anos das revelações, quem conta com detalhes toda aquela farra é o próprio ex-governador Sérgio Cabral em suas confissões ao Ministério Público Federal e Estadual.

Em depoimento no dia 25 de março de 2019 na Cadeia Pública Pedrolino Werling de Oliveira, Bangu 8, diante de promotores do Ministério Público Estadual, obtido pelo Portal Tribuna NF, Sérgio Cabral confessa o pagamento de vantagens indevidas ao ex-procurador-Geral de Justiça Cláudio Lopes. O longo depoimento tem de tudo, inclusive a participação de um campista, de sobrenome Manhães, que foi até ao Palácio Guanabara levar propina para Sérgio Cabral.

Neste primeiro capítulo da série sobre as revelações de Cabral, iniciamos com a parte que o ex-governador revela que as investigações sobre a ‘gangue dos guardanapos’ foram arquivadas pelo ex-procurador Cláudio Lopes.

Todos os citados por Sérgio Cabral nos depoimentos negam as acusações.

Confira trechos do primeiro capítulo da série:

De sua opinião