Wladimir e secretária Nacional lançam o Programa Família na Escola

O prefeito Wladimir Garotinho e a secretária Nacional da Família, Ângela Gandra, vinculada ao Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, lançaram, oficialmente, o Programa Família na Escola (PFE) em Campos, nesta segunda-feira (25). Voltado aos profissionais de educação e famílias de crianças matriculadas na Educação Infantil e no Ensino Fundamental – anos iniciais, o programa visa promover a parceria entre a família e a escola, por meio de ações conjuntas de formação das habilidades parentais, de incentivo ao acompanhamento das atividades escolares dos filhos e de garantia dos direitos da criança, com foco no fortalecimento dos vínculos familiares e no desenvolvimento integral da criança.

A formalização do Acordo de Cooperação Técnica aconteceu no auditório da sede da Prefeitura e contou com participação do diretor de Desafios Sociais no Âmbito Familiar da Secretaria Nacional da Família, Daniel Celestino; secretário municipal de Educação, Ciência e Tecnologia, Marcelo Feres; secretário municipal de Saúde, Paulo Hirano; coordenadora do Programa Saúde na Escola (PSE), Catia Mello; e do presidente da Comissão de Educação da Câmara Municipal, Maicon Cruz; vereadores e diretores de unidades escolares da rede municipal de ensino.

Em seguida, os representantes do Governo Federal visitaram a sede da Secretaria de Educação, onde participaram de reunião com o secretário da pasta, que apresentou os projetos e metas da Prefeitura para a área do ensino. “Estou muito impressionada com o que Campos vem fazendo na área da Educação. Vocês vão dar exemplo para o mundo com certeza. Nesse governo, Campos é a primeira cidade a implantar o Programa Família na Escola e vem desenvolvendo um trabalho incrível junto ao Programa Saúde na Escola. É muito importante que educação e família caminhem juntas para o melhor desempenho escolar”, disse a secretária

O prefeito Wladimir destacou que Campos está voltando ao cenário nacional graças a agenda positiva do governo. “Além disso, nossa cidade está voltando para o mapa do investimento, graças às ações que já implantamos nesses 10 meses de gestão. O mais importante de tudo é que estamos cuidando de pessoas. Nunca um governo terá dinheiro para tudo, porque as demandas são enormes e só aumentam. Mas, quando focamos no bem-estar das pessoas, conseguimos transformar a realidade. Vamos não somente ser pioneiros na execução desse programa, mas também faremos de tudo para sermos exemplo para todo o Brasil, buscando resgatar a autoestima do cidadão”, disse.

Wladimir acrescentou que o PFE é mais um fruto do trabalho do PSE, implantado em 2010. “Hoje estamos concretizando mais um sonho, que só está sendo possível porque lá atrás foi criado o PSE em Campos. Programas estruturantes como esses precisam ter continuidade, independente da gestão. Hoje estamos fazendo história novamente. Já recebemos, em apenas 10 meses, dois ministros na cidade. Além disso, nesse período, é a segunda vez que somos escolhidos como referência para o país. A primeira foi no início deste ano, quando a diretora de Promoção e Fortalecimento dos Direitos da Criança e do Adolescente da Secretaria Nacional dos Direitos da Criança e do Adolescente, Luciana Dantas, também esteve em Campos para conhecer as nossas atividades de Prevenção à Gravidez Infanto-Juvenil que estão servindo de referência para implantação do Programa Nacional para prevenção do risco sexual precoce e gravidez de crianças e adolescentes, do Governo Federal”, lembrou.

Para desenvolver o programa, a Secretaria Nacional da Família vai oferecer Curso EAD, Manual do Facilitador, quatro cartilhas temáticas para os encontros, aplicativo para as famílias, roteiros para monitoramento e avaliação do Projeto. Em contrapartida, o município vai indicar as escolas para a realização das oficinas, indicar os profissionais para fazerem o curso de capacitação, providenciar a impressão do material de apoio, organizar e acompanhar as famílias, realizar o acompanhamento, monitoramento e avaliação das aplicações.

Daniel Celestino explicou que o programa tem 4 módulos que serão apresentados aos pais das crianças da Educação Infantil e do Ensino Fundamental nos anos iniciais: Direitos e deveres da família na educação das crianças e o lar como primeiro espaço educativo; Marcos do desenvolvimento da criança e o papel da família; interação família e escola; e o papel da família na educação da inteligência, da vontade e da afetividade: aspectos essenciais do desenvolvimento integral da criança.

“Uma pesquisa que utilizou o Índice de Estilo Parental (IEP) como parâmetro mostrou que, em famílias com índice de educação parental negativo, há altos índices de distúrbios psicológicos nas crianças, como depressão (62,5%) e estresse (100%). Por outro lado, em famílias com índice de educação parental positivo, nenhuma criança apresentou sinais de depressão e apenas 25% apresentaram sinais de estresse”, disse.

Marcelo Feres falou sobre a interação com a Secretaria de Saúde e outros órgãos da Prefeitura. “O prefeito nos dá muita abertura para desenvolvermos ações como essas. Com isso, conseguimos desenvolver parcerias significativas internas, intersetoriais e com órgãos do Estado e setores do Governo Federal. Essa é a forma apropriada de se fazer política pública. No próximo ano, teremos diversos sábados letivos para que os pais possam, também, estar presentes na escola”, adiantou. “Sabemos aonde queremos chegar e estamos trabalhando com uma equipe muito competente, como é a do PSE”, completou.

Para o secretário de Saúde, a medida vai garantir o melhor aproveitamento dos alunos. “Esse projeto resgata o olhar da família e promove a interlocução da família e da população com o poder público. Inserir as famílias nesse acompanhamento é um grande passo e vamos colher excelentes frutos dessa intersetorialidade”.

Maicon Cruz parabenizou o prefeito. “Essa gestão vem demonstrando responsabilidade e que está cuidando do nosso maior patrimônio: as famílias campistas. Já temos nas escolas profissionais com olhar atento e sensível que dão toda assistência aos pais de alunos. Agora, de maneira ainda mais ordenada e organizada com esse Programa, e com a capacitação desses profissionais e pais, será possível dar sequência a esse trabalho”.

Segundo Catia, Escola Municipal Custódio Siqueira, CIEP Wilson Batista e Escola Municipal 29 de Maio são as primeiras unidades a receberem o programa, que será expandido para toda a rede municipal de forma gradativa. “Serão oferecidas oficinas pedagógicas; vagas nas modalidades esportivas em parceria com a Fundação Municipal de Esportes; integração com outras ações do PSE; além do Kit brincando em família – contendo brinquedos a serem utilizados em família, de modo a promover a interação com o núcleo familiar. Dentre as modalidades esportivas que a Fundação Municipal de Esportes vai disponibilizar estão: natação, vôlei de praia e de quadra, futebol de salão, capoeira, jiu-jitsu, basquete, judô, handball, balé, skate e patins”.

Subcom*

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *