Witzel prorroga decreto de isolamento no RJ até 31 de maio

A GloboNews informou na noite desta sexta-feira (8) que o governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel (PSC), irá prorrogar o decreto determinando isolamento social no estado até o dia 31 de maio.

O decreto anterior segue em vigor até a próxima segunda-feira (11) e foi publicado no Diário Oficial do estado no último dia 30. O secretário da Casa Civil do RJ, André Moura, afirmou ao repórter da GloboNews Nilson Klava que, se for necessário, governo vai aplicar o “lockdown”.

“A saúde é mais importante. Economia você recupera. Se for necessário, vamos aplicar [o ‘lockdown’], mas não neste momento, porque as medidas de isolamento já são muito duras e vamos aumentar a fiscalização para cumprimento das medidas de isolamento”, afirmou Moura.

Na economia, o governo estima que o Rio de Janeiro deve perder, este ano, R$ 10,6 bilhões em arrecadação com ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços) e R$ 4 bilhões com royalties, por conta da pandemia.

As medidas anteriores previam a suspensão de uma série de atividades, como banhos de mar e festas, aulas nas redes pública e privada de ensino e em unidade de ensino superior (veja abaixo o que mais estava suspenso).

  • Comícios, passeatas e carreatas;
  • Jogos de futebol e demais eventos desportivos;
  • Sessões de cinema e de teatro;
  • Shows;
  • Eventos em salão ou casa de festas, como aniversários;
  • Feiras e eventos científicos;
  • Visitação a unidades prisionais;
  • Visitação a pacientes diagnosticados com o Covid-19.

Leia também: Exclusivo: Preso na operação “Mercadores do Caos” foi escolhido para comissão especial e assinou nota técnica dos hospitais de campanha

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *