VISA e Defesa Agropecuária apreendem alimentos clandestinos em Campos

Em atendimento a uma denúncia sobre um bar que supostamente funcionava como fábrica clandestina de linguiça em Guarus, equipes da Vigilância Sanitária e Defesa Agropecuária deflagraram na manhã desta quinta feira, 16/09, ação conjunta no estabelecimento para apurar os fatos.

Chegando ao local os fiscais flagraram instalações precárias, com péssimas condições de higiene e muita desorganização, porém não foi encontrado maquinário próprio de fabricação de linguiça e nem estocagem. Segundo o responsável, a fábrica funcionava no passado e já teria encerrado as atividades.

No entanto, foram encontradas 8 caixas de tripa de colágeno, utilizada como envoltório de linguiça, armazenadas em área aberta e sem nenhuma condição de higiene, em meio a materiais em desuso. Além disso, a tripa era originária da Ucrânia e não possuía rótulo traduzido, estando em desacordo com as normas da ANVISA.

Também foi encontrado carne salgada fabricada clandestinamente no local, utilizando sal destinado a alimentação de boi, que segundo o proprietário seria para preparo e venda no bar.

Todos os alimentos irregulares, impróprios ao consumo, foram apreendidos e inutilizados no aterro sanitário do município.

A VISA alerta novamente aos consumidores que sempre fiquem atentos as condições de higiene dos estabelecimentos que frequentam. Ao flagrar qualquer situação fora dos padrões, denuncie pelo whatsapp no número (22) 998680244 ou por mensagem nas redes sociais.

Ascom

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *