Vídeo mostra momento em que helicóptero faz pouso de emergência após decolar de plataforma em direção ao Farol

O Sindipetro-NF recebeu da categoria petroleira um vídeo que mostra o momento do acidente com o helicóptero da empresa Omni, no último sábado, 21, no heliponto da plataforma P-51. A imagem está circulando em redes sociais e confirma que a ocorrência foi mais grave do que inicialmente foi divulgado. Confira:

Baseado em relatos dos trabalhadores, o sindicato já havia afirmado em suas mídias, nesta semana, que a Petrobrás tentou amenizar a gravidade do caso. “Uma decolagem que chegou a algo entre cinco a oito metros de altura, e não a apenas um. Um forte estrondo e muita fumaça na turbina, e não apenas uma pane silenciosa administrável com facilidade. Novos relatos recebidos pelo Sindipetro-NF nesta semana sobre o acidente com uma aeronave, no último sábado, 21, no heliponto da plataforma P-51, confrontam versões iniciais e reforçam a necessidade de investigação rigorosa com participação do sindicato”, registrou o boletim Nascente desta semana.

O NF cobra a instalação de uma comissão de apuração, com um representante sindical. “A turbina explodiu. Muita fumaça no momento e muita limalha no helideck. Eles estão afirmando que eles desligaram o segundo motor por segurança. O piloto estava a segundos de fazer a manobra da saída. Mas não foi assim. Não chegou a pegar fogo, mas houve um estrondo de metal e em seguida ouvimos a desaceleração da turbina. Foi sério, mas querem passar pano”, relatou um dos passageiros ao Sindipetro-NF.

Além do vídeo mostrar que a altura foi mais elevada e o choque com o heliponto muito contundente, o risco é elevadíssimo. Por segundos a aeronave não havia avançado, situação que poderia levar a uma queda no mar ou em outros pontos da planta da plataforma.

Para o coordenador geral do Sindipetro-NF, Tezeu Bezerra, o acidente na P-51 não é um caso isolado. “Os acidentes têm ficado, infelizmente, muito comuns na Petrobrás. Tivemos inclusive um com vítima fatal nos últimos meses. Assim como em todas as áreas da empresa, o sucateamento tem acontecido e o sindicato tem exigido da empresa muita seriedade, porque a gente está falando de vidas. Queremos que a apuração seja feita de forma séria”, afirma o sindicalista.

O acidente

O acidente aconteceu na manhã de sábado, 21, por volta das 7h, com o helicóptero da Omni táxi aéreo, prefixo PR-OHE, modelo S92. A aeronave retornava do voo de troca de turma do horário de 6h45, após a decolagem na P-51 com destino ao Farol de São Tomé o equipamento apresentou problemas técnicos quando levantava voo, perdendo força e se chocando com o helideck. Não houve feridos.

Fonte: SindipetroNF

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.