Universidade Rural de Campos corre risco de perder sede

O campus da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (UFRRJ) em Campos dos Goytacazes, no Norte Fluminense, corre o risco de ficar sem a sua sede. A área foi doada na década de 70 pela antiga Usina São José, mas o grupo que comprou a usina quer retomar o espaço.

Depois de várias decisões judiciais a favor dos empresários, a universidade agora pode ser despejada.

Segundo Jair Felipe, diretor do campus, importantes estudos da instituição estão ameaçados pelo possível despejo do terreno equivalente a 43 campos de futebol, ocupado, em parte, por laboratórios utilizados por pesquisadores do Norte e Noroeste do Rio.

Cerca de 80% da cana-de-açúcar produzida no Estado do Rio é do tipo RB, consideradas mais resistentes às doenças. Em Campos, o plantio dessas espécies foi possível graças aos estudos da UFRRJ.

“A gente busca os materiais que sejam mais resistentes ao nosso ambiente. O nosso ambiente é restritivo. Chove pouco, a produtividade cai. Então estamos selecionando materiais que possam atender essas dificuldades”, explicou o diretor.

Além das pesquisas relacionadas com a cana, são desenvolvidos outros 30 experimentos para melhoria de grãos e sementes, como o estudo de insetos para controle biológico, que é o controle de pragas que devastam plantações, técnica que minimiza o uso de agrotóxicos.

A direção da UFRRJ está negociando com instituições de ensino, autoridades locais e com os próprios donos do terreno um acordo para conseguir manter as pesquisas na região.

Fonte: G1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: