19/06/2024
Política

TRE-RJ indefere registro de candidatura de Wilson Witzel ao governo do RJ

O Tribunal Regional Eleitoral decidiu nesta quinta-feira (8) indeferir o registro de candidatura de Wilson Witzel, ex-governador e candidato a governador do Rio nas eleições de 2022. Witzel ainda pode recorrer da decisão no Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

A candidatura de Witzel pelo Partido da Mulher Brasileira (PMB) foi impugnada por unanimidade — foram 7 votos a 0.

A candidatura de Helena Witzel, pela mesma sigla, também foi indeferida pelo TRE-RJ.

Em agosto, a Procuradoria Regional Eleitoral pediu a impugnação da candidatura de Witzel. Na ação de impugnação de registro de candidatura, a PRE-RJ cita que, após seu impeachment em 2021, Witzel foi condenado por um tribunal misto à perda do mandato e à inabilitação para o exercício de qualquer função pública pelo prazo de 5 (cinco) anos.

A condenação foi citada como argumento pelos membros do TRE-RJ que participaram da votação para impugnar a candidatura de Witzel.

Em diferentes votações, Witzel teve 140 votos contra ele e somente um voto a favor.

Histórico

Witzel, que era candidato pelo Partido da Mulher Brasileira (PMB), foi eleito para o cargo de governador do Rio em outubro de 2018, com 4.675.355 (59,87%) dos votos válidos. Assumiu em janeiro de 2019.

Em agosto de 2020, foi afastado do cargo pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ), por suspeitas de corrupção. Witzel foi alvo da operação batizada de Tris in Idem, uma referência ao fato de se tratar do terceiro governador do estado que se utiliza de esquemas ilícitos semelhantes para obter vantagens indevidas – os outros dois foram Sérgio Cabral e Luiz Fernando Pezão.

Witzel foi acusado de fraudes na contratação de duas organizações sociais, uma delas, o Iabas, responsável por hospitais de campanha para tratar pacientes de Covid. Ele afirma que é inocente.

Em abril de 2021, sofreu impeachment por decisão unânime do Tribunal Especial Misto do TJ-RJ. O STF manteve a condenação de Witzel em 2021, por crime de responsabilidade.

G1*

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *