SJB detecta primeiro caso da variante Delta da Covid

A Prefeitura de São João da Barra alerta a população para a importância do cumprimento das medidas de prevenção e combate à Covid-19. Mesmo com 62,2% da população geral vacinada com a primeira dose e 29,4% com o esquema vacinal completo, a situação da pandemia ainda preocupa em todo o país e, em especial, no Estado do Rio, que vem registrando um aumento da variante Delta nas amostras coletadas pela Secretaria de Estado de Saúde em parceria com a UFRJ.

A Delta, classificada como B.1.617.2, cuja velocidade de contágio tem preocupado cientistas e autoridades de saúde pública, já aparece também no município. A primeira amostra foi detectada na semana passada. Mas não é a única: São João da Barra também apresenta casos das variantes P.1, P.1.2 e B.1.1.7.

— O fato de estarmos avançando na imunização, com médias acima do Estado do Rio de Janeiro e do país, tem sido fundamental, mas com o vírus circulando, inclusive variantes, é preciso que a população mantenha todos os cuidados, siga cumprindo os protocolos que constam nos decretos e portarias municipais. O distanciamento e o uso de máscara facial continuam sendo nossas grandes defesas — explica o secretário municipal de Saúde, Sávio Saboia.

Outro apelo feito pela Secretaria é para que as pessoas com suspeita de Covid-19 que estão aguardando resultados de exames permaneçam em isolamento. As equipes vão até a casa do paciente, que não precisa se deslocar para a unidade de saúde, tampouco pode sair de casa até que tenha sido testado negativo.

São João da Barra tem sete pacientes internados no Hospital de Campanha, sendo cinco em leitos de UTI, segundo boletim da Secretaria Municipal de Saúde divulgado na noite desta terça-feira, 3. Há 89 casos suspeitos aguardando resultados de exames. Desde o início da pandemia são 4.653 testes positivos de Covid-19, 162 óbitos e 4.086 pacientes recuperados.

Delta

A variante Delta não tem se mostrado mais letal, mas é hoje considerada um dos principais aceleradores da pandemia no mundo, inclusive em países onde a vacinação já está avançada. Um dos principais complicadores para o controle do contágio é que os sintomas são mais facilmente confundidos com os da gripe.

Segundo a Secretaria de Estado de Saúde, houve um aumento de mais de 50% no percentual de pacientes com a variante Delta em um período de apenas 10 dias. No boletim divulgado no dia 23 de julho, a Delta respondia por 16,62% dos registros, contra 78,36% da variante Gama. Na análise liberada nesta terça-feira, os números passaram para 26,09% e 66,58%, respectivamente. Ainda de acordo com a Secretaria, a versão apontada como a mais contagiosa da doença já foi identificada em 38 dos 92 municípios fluminenses.

Imunização

São João da Barra tem 33.380 vacinas contra a Covid-19 aplicadas. Foram 22.670 na primeira dose, o que corresponde a 62,2% da população, e 10.710 na segunda dose e na dose única (esquema vacinal completo), o equivalente a 29,4%. No público vacinável, que são pessoas acima de 18 anos, a cobertura é de 80,5% e 38%.

A vacinação está na faixa de 34 anos. O agendamento, aberto no momento para pessoas acima de 25 anos, é feito nas unidades de saúde, das 8h às 16h. É necessário apresentar identidade, CPF e comprovante de residência.

Ascom*

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *