SJB: Carla Machado anuncia fase vermelha e município entra em lockdown parcial

A Prefeita Carla Machado falou nesta quarta-feira (17) sobre as novas medidas que serão adotadas em São João da Barra a partir deste final de semana, devido à crescente do número de casos de Covid-19 no município. Trata-se de um lockdown parcial para conter a propagação da doença. A Chefe do Executivo disse que a cidade entrará na fase vermelha. “Um decreto, hoje, vai sair, restringindo o funcionamento do comércio e eu vou passar a palavra para o nosso secretário municipal de saúde para que possa falar mais a respeito”, disse Carla Machado, deixando claro que a cidade entrará na fase vermelha. Sávio Sabóia, com a palavra, deu mais detalhes sobre as novas medidas.

“Somente os serviços essenciais funcionarão normalmente no fim de semana, mas bares, restaurantes e demais estabelecimentos comerciais deverão estar fechados, no sábado e domingo. Uma série de medidas será publicada no Diário Oficial visando o final de semana. O final de semana foi escolhido porque o município é turístico e há um aumento no número de pessoas na cidade durante o final de semana, mais no sábado e domingo. O único objetivo (do lockdown parcial) é a prevenção da vida do sanjoanense”, disse Sabóia.

Na fase vermelha adotada no Brasil, podem funcionar farmácias, mercados, padarias, posto de combustíveis, meios de transporte coletivo, pousadas e outros serviços de hotelaria, se tratando, portanto, de lockdown parcial, isso porque todos os demais estabelecimentos comerciais devem fechar as portas. Em São João da Barra, segundo falado na Live, os comércios considerados não essenciais poderão reabrir a partir de segunda-feira.

CDL SÃO JOÃO DA BARRA EMITE NOTA SOBRE O LOCKDOWN PARCIAL

A Câmara de Dirigentes Lojistas de São João da Barra (CDLSJB) emitiu nota oficial na noite desta quarta sobre o município ter adotado medidas mais rígidas, ou o conhecido lockdown parcial.

“A CDLSJB, entidade que representa os lojistas de São João da Barra, reconhece o momento delicado que a região vive, e diante dos fatos ora apresentados, solicitou uma reunião com a Secretaria Municipal de Saúde, realizada na tarde desta quarta-feira (17), para tratar do, até então, possível lockdown.

A CDLSJB (Câmara dos Dirigentes Lojistas de São João da Barra) afirmou, nesta tarde que compreende o novo fechamento do comércio sanjoanense, e pede à prefeitura intensificação das ações de combate à Covid-19.

O presidente da entidade, Luciano Barreto, reconhece que o fechamento é justificado pelo “maior pico da pandemia no país e que a conta do carnaval chegou”. Ele alega, também, que é preciso reunir esforços para que seja possível salvar vidas, mas lamenta que isso precise acontecer.

A entidade, diante da ação da Prefeitura, fez três reivindicações ao Executivo sanjoanense: a abertura de leitos de UTI de estabilização pediátricos; intensificação das fiscalizações, em especial em toda Orla, pois é o atrativo maior; e a ampliação do diálogo entre as entidades comerciais e o Poder Executivo”.

Fonte: Portal OZK

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *