20/06/2024
Destaque

São João da Barra/RJ recebeu projeto “Era uma vez… e apresente outra vez” entre os dias 29 de abril e 15 de maio

Além da apresentação de oficinas de teatro, também foram entregues estruturas com acervos de literatura infantil, kits cenográficos e figurinos

São João da Barra/RJ recebeu o projeto “Era uma vez… e apresente outra vez” entre os dias 29 de abril e 15 de maio, com entrega de 12 estruturas com acervos de literatura infantil, figurinos, e kits cenográficos e 24 oficinas de teatro para crianças.

O objetivo do projeto foi de apoiar crianças, educadores e toda a comunidade escolar, por meio da entrega de uma estrutura de biblioteca. Além disso, visou fortalecer a expressão, desenvolvimento motor e cognitivo das crianças, por meio das oficinas de artes cênicas.

As ações também pretenderam estimular a leitura, entregando livros infanto-juvenis para encantar e agregar conhecimento, bem como enriquecer o brincar das crianças, por meio da doação de kits cenográficos com figurinos e objetos cênicos.

O projeto contou com intérpretes de Libras e teve monitor para auxiliar o público no espaço e também orientar os participantes com deficiências físicas, visuais ou que apresentavam espectros, síndromes ou doenças que geravam limitações.

Lei de Incentivo à Cultura, o projeto “Era uma vez… e apresente outra vez” tem a produção da IOS Empreendimentos Culturais, apoio da Komedi Projetos e Incentivar, com patrocínio da Ferroport e realizado pelo Ministério da Cultura, Governo Federal União e Reconstrução.

Instituição que recebeu as estruturas e oficinas: Centro Municipal de Educação Avançada – CEMEA I,  Escola Municipal Evanir José Gaia, Escola Estadual Manoel Souza Gomes, Centro Municipal de Educação Avançada II, Escola Municipal Chrisanto Henrique de Souza, E.E. M. Manoel Ducas de Brito, Escola Municipal Amaro de Souza Paes, Escola Estadual Municipalizada Francisco Alves Toledo, E.M. Professora Dionélia Gonçalves Santos, E. M. Amália Soares de Almeida, E. M. Manoel Alves Rangel e E. M. Manoel Grecy Mendonça.

Sobre o Ministério da Cultura: A principal ferramenta de fomento à Cultura do Brasil, a Lei de Incentivo à Cultura contribui para que milhares de projetos culturais aconteçam, todos os anos, em todas as regiões do país. Por meio dela, empresas e pessoas físicas podem patrocinar espetáculos – exposições, shows, livros, museus, galerias e várias outras formas de expressão cultural – e abater o valor total ou parcial do apoio do Imposto de Renda. A Lei também contribui para ampliar o acesso dos cidadãos à Cultura, já que os projetos patrocinados são obrigados a oferecer uma contrapartida social, ou seja, eles têm que distribuir parte dos ingressos gratuitamente e promover ações de formação e capacitação junto às comunidades. Criado em 1991 pela Lei 8.313, o mecanismo do incentivo à cultura é um dos pilares do Programa Nacional de Apoio à Cultura (Pronac), que também conta com o Fundo Nacional de Cultura (FNC) e os Fundos de Investimento Cultural e Artístico (Ficarts).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *