Santo Antônio de Pádua terá toque de recolher

Santo Antônio de Pádua – Um novo decreto que determina toque de recolher entre 18h e 6h, em Santo Antônio de Pádua, no Noroeste Fluminense, foi publicado na tarde desta quarta-feira (10/03) no site oficial da Prefeitura. A medida irá vigorar por sete dias com o objetivo de tentar combater a propagação do “novo coronavírus” que causou um colapso na rede SUS local. O ato regulamentar visa restringir o funcionamento para atendimento presencial dos estabelecimentos comerciais e de profissionais liberais, ambulantes e qualquer outra atividade profissional ou particular a partir desta quarta, com exceção do funcionamento dos serviços tidos como essenciais. A restrição não se aplica às entregas (delivery), terminais rodoviários, farmácias, postos de gasolina, limpeza pública, manutenção urbana e serviços de saúde.

Durante uma transmissão ao vivo realizada nesta manhã, o prefeito Paulo Roberto Pinheiro, o Paulinho da Refrigeração, anunciou que a partir desta quinta-feira (11) o comércio deve funcionar de 7h as 18h, inclusive os supermercados. Em seu pronunciamento, o chefe do Executivo Municipal ainda declara que existe um grande clamor popular para que não se feche o comércio e medidas mais drásticas não sejam tomadas, e que a prefeitura vem levando como parâmetro o hospital e as vagas para transferência. “Se não surtir efeito, a gente vem diminuindo, fecha às 17h, ou 14h, e vamos descendo até a gente conseguir equalizar”. As vagas de leitos do Centro de Terapia Intensivo (CTI) que atende pacientes da Covid-19 está totalmente ocupada desde a noite da última terça-feira. Há apenas um leito disponível ainda no setor de estabilização.

De acordo com o diretor do Hospital Hélio Montezano de Oliveira (HHMO), Marcelo, a unidade atingiu o nível máximo de lotação da CTI Covid-19 na noite da última terça-feira, e há uma grande dificuldade para conseguir transferências. Ele destacou que a doença é letal e fez um alerta sobre o fato do vírus estar acometendo cada vez mais pessoas jovens. “A vacina não chegou para todos. O perfil já não é mais de acometimento apenas de idosos”, salientou.

O prefeito enfatiza que pode rever a decisão conforme os resultados obtidos. “Vamos abaixando o funcionamento do comércio de acordo com o que a gente for vendo aqui no nosso hospital. Melhorou a questão aqui, que tiver mais leito, tiver tranquilidade para atender bem a população, a gente suspende o decreto, mas por enquanto a decisão é que hoje a partir das 18h horas toque de recolher. Bares, restaurantes, todo comércio fechado a partir das 18h” – disse o prefeito.

DECRETO – Todo o trabalhador com carga horária compreendida entre o horário do decreto deverá portar documento comprobatório para livre circulação. A restrição também não aplica aos servidores, funcionários e colaboradores no desempenho de suas funções que atuam nas Unidades Públicas ou Privadas de Saúde e Segurança. A fiscalização será feita pela Polícia Militar e Guarda Civil Municipal. “O descumprimento das regras previstas no presente Decreto acarretará em prisão e instauração de processo de crime contra a Saúde Pública” – diz o documento, que considera a continuidade de grande possibilidade de contaminação da população paduana pela Covid, inclusive mediante confirmação de variantes do citado vírus, com alto grau de transmissibilidade, além do número de mortes pela doença e aumento expressivo no atendimento nos Centros de Controle e Combate ao “novo coronavírus” no município e ocupação de 100% dos leitos.

Nas últimas 24 horas, a cidade confirmou 29 novos casos elevando para 3.240 o total de pessoas infectadas pela Covid-19. Desse total, 70 moradores morreram em decorrência de complicações da doença e 2.887 se recuperaram. Entre esta terça e quarta foram registradas mais 13 internações. Há 22 pessoas internadas em Pádua e 10 em outros municípios.

O Dia*

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *