Sai nova edição dos Cadernos de Desenvolvimento Fluminense

A Fundação CEPERJ (Centro Estadual de Estatísticas, Pesquisas e Formação dos Servidores Públicos do Rio de Janeiro) e a UERJ (Universidade do Estado do Rio de Janeiro) estão lançando, nesta semana, a nova edição da Revista Cadernos de Desenvolvimento Fluminense (CDF). Em parceria com o Observatório da Cidade de Macaé, ligado à Secretaria Adjunta de Ensino Superior, o novo dossiê tem como tema principal a análise das possibilidades de desenvolvimento local e de integração regional, a partir das transformações em curso na cidade. O objetivo é discutir o desenvolvimento fluminense em suas diferentes facetas.

A nova edição da revista CDF traz dez artigos científicos que versam sobre distintos aspectos do desenvolvimento de Macaé, bem como sobre algumas alternativas para o futuro econômico do município. Divididos em três editorias, os artigos analisam desde alternativas sobre emprego e sustentabilidade até alguns diagnósticos para o aperfeiçoamento de políticas públicas nas áreas de saúde, educação, alimentação escolar, meio ambiente e aprimoramento profissional.

A publicação analisa também como o crescimento econômico vivenciado pela cidade e seu entorno nas últimas décadas intensificaram uma série de problemas urbanos no município, e propõe algumas alternativas. Os autores dos artigos são pesquisadores de instituições como IFF, UFRJ, Faetec e FeMASS, todos eles integrantes da comunidade acadêmica baseada em Macaé e filiada ao Observatório da Cidade.

Segundo Scheila Abreu, uma das editoras do número especial da revista, “os autores foram estimulados a considerar tanto os olhares de diversas áreas de conhecimento e de diferentes paradigmas, quanto a incorporar um olhar comparativo com outras cidades, de forma a alicerçar esse diálogo de forma multidisciplinar. Os trabalhos que integram a mais nova revista CDF consideram toda a complexidade que caracteriza o tema”, disse. Os outros editores desse número da revista CDF são Lia Hasenclever, Jorge Brito, Vitor Miano e Giuliano Alves.

Criado em 2018, o Observatório da Cidade de Macaé reúne pesquisadores de diversas universidades, faculdades e núcleos de pesquisa do Estado do Rio, e é composto por uma rede de produção teórica sobre as questões municipais e regionais. Possui como missão analisar as transformações em curso na cidade, de forma a articular os diversos atores sociais do município e da região na busca de soluções sustentáveis para o município.

O acesso à leitura da nova edição da revista dos Cadernos de Desenvolvimento Fluminense (CDF) pode ser feito aqui.

Ascom*

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *