Retomada a vacinação dos profissionais da Educação de Campos

O prefeito Wladimir Garotinho e o secretário municipal de Educação, Ciência e Tecnologia (Seduct), Marcelo Feres, acompanharam o início da retomada da vacinação dos profissionais da Educação nesta terça-feira (1). Foram imunizados cerca de 80 trabalhadores. Outros 170 já haviam sido contemplados em maio, de forma pioneira em Campos, totalizando cerca de 250 pessoas da rede municipal de ensino e da rede particular.

“A retomada da vacinação dos profissionais da educação vai garantir a implantação do Plano Municipal de Ensino Híbrido Seguro. Estamos construindo um modelo, junto ao Ministério Público, que seja seguro não só para os profissionais, mas também para os estudantes. Além disso, estamos preparando nossas escolas, pois pegamos um parque educacional completamente sucateado”, afirmou o prefeito Wladimir.

Em parceria com a Secretaria Municipal de Saúde, o ato aconteceu no Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Fluminense (IFF) Campus Guarus, e contou com participação do subsecretário de Atenção Básica, Vigilância e Promoção da Saúde, Charbell Kury; da coordenadora do Programa Saúde na Escola (PSE), Catia Mello; diretor de Desenvolvimento de Políticas Estudantis do IFF, Maurício Vicente, (representando o reitor do IFF, Jefferson Manhães); e a diretora do IFF Guarus, Thatiane Medeiros.

Segundo o secretário Marcelo, estão sendo imunizados os trabalhadores já relacionados pelas unidades escolares e inseridos na lista nominal da Secretaria de Saúde. A vacinação desses profissionais vai prosseguir nesta quarta-feira (2), das 9h às 15h, no IFF-Guarus e no Drive Thru do IFF-Centro. Na quinta-feira (3) e sexta-feira (4), eles deverão se dirigir ao IFF- Guarus, que estará funcionando durante o feriado e o recesso, excepcionalmente, para atender os trabalhadores da Educação, no mesmo horário. Segunda-feira (7) haverá repescagem para quem não compareceu durante esta semana.

“O processo de imunização está acontecendo de forma gradativa e a Seduct está atualizando o cronograma mediante o envio das listas nominais enviadas pelos diretores das escolas públicas e particulares. A partir de terça-feira (8), será liberado novo calendário e os profissionais deverão procurar a direção das unidades para saber quando serão contemplados, já que estão sendo priorizados os trabalhadores cujas unidades darão início ao ensino híbrido seguro em breve. As escolas que forem recebendo o aval da Vigilância Sanitária poderão comunicar pelo email: [email protected] ”, explicou Marcelo.

Para Viviane Linhares, professora alfabetizadora do Alpha Colégio, essa oportunidade traz alívio e saudade ao mesmo tempo. Bastante emocionada, ela lembrou que, há quatro meses, a mãe perdeu a batalha contra a Covid-19. “Minha mãe faleceu, infelizmente, por causa desse vírus terrível e ainda estamos sofrendo com tudo isso. Esperei muito por esse dia, porque sentimos de perto essa dor. A gente se acha incapaz, impotente, limitada, e a vacina nos traz um pouco mais de segurança. Mas continuo pedindo a todos: não aglomere, não deixem de se cuidar, de usar a máscara e o álcool”, alertou.

Patrícia Santos da Costa, do CIEP Wilson Batista, também recebeu a primeira dose do imunizante. “Esperei muito por esse momento para ter mais segurança e mais tranquilidade. A palavra que define esse momento é esperança. Estava tudo muito organizado, foi bem rápido e atendimento excelente”, comentou. Ellen de Oliveira, funcionária do Alpha Colégio, concordou: “O atendimento foi maravilhoso, bem rápido e organizado. Estou muito feliz e na esperança de que dias melhores virão”, disse.

Ensino Híbrido Seguro – Cerca de 40 unidades escolares da rede privada e pública estão com licenciamento sanitário e checklist Covid aprovados pela Vigilância Sanitária. Essa primeira fase do ensino híbrido vai contemplar cinco alunos por turma, ou seja, uma média de 220 alunos somente da rede municipal, considerando as dez unidades municipais selecionadas para iniciar as aulas no modelo híbrido. Diversas outras medidas vêm sendo executadas para garantir o retorno presencial dos alunos nas escolas.

Subcom*

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *