17/06/2024
Campos

Produtores e moradores de Dores satisfeitos com obras na Estrada do Macaco

“Nunca tivemos isso aqui, essa melhoria. Toda vida , aqui, a estrada era igual a caminho de boi, poças de água para tudo quanto é lado, um lameiro danado, cada buraco enorme, difícil até para romper de moto, carro não conseguia passar. Estrada boa ajuda todo mundo e a gente fica tranquilo. Uma obra igual a essa deixa a gente satisfeito, porque nunca tivemos nada assim, antes, e agora a gente sabe que vem mais melhoria. Na porta da minha casa, o trabalho já está feito. Tem muito buraco ainda, mais pra frente, mas essa obra, quando acabar o serviço, vai deixar tudo lindo. Os moradores tão felizes e acho que é só o início do sonho. Com uma estrada boa, vamos ter mais melhorias, mais oportunidades”.

A declaração é de Sebastião do Espírito Santo, de 58 anos, nascido e criado no Sítio da Família, à margem da Estrada do Macaco, no distrito de Dores de Macabu. Sebastião está entre as milhares de pessoas a serem beneficiadas com o programa municipal Estradas do Produtor, que prevê a recuperação completa de mais de 1.500 quilômetros de estradas vicinais e a construção de 34 pontes em áreas rurais de Campos.

O programa Estradas do Produtor, criado pelo prefeito Wladimir Garotinho, está sendo desenvolvido pela Secretaria de Agricultura, Pecuária e Pesca. O objetivo do prefeito é criar estrutura para encurtar distâncias e viabilizar o escoamento da produção agrícola, fomentando o agronegócio para o desenvolvimento do interior e a fixação da população no campo por meio da geração de emprego e renda.

“Estrada boa é sinônimo de desenvolvimento. Aqui não entra transporte público porque a estrada não permite, produtores têm prejuízos enormes para transportar suas produções, por conta do péssimo estado das estradas. Eu nunca tinha visto um município com estradas tão abandonadas como Campos. Mas estamos mudando isso. É uma nova história e precisa ser política pública perene, estas ações precisam passar de governo, tem de continuar. Não adianta fazer uma estrada de qualidade, o produtor investir, fazer curral, criar um sistema de produção leiteira, e vir um outro governo e abandonar tudo de novo. A estrada, como o asfalto, tem prazo de validade, e o que o prefeito fez foi criar um programa que, além de fazer um trabalho de recuperação que vai durar, também prevê a manutenção para possíveis correções”, contou o secretário Almy Júnior.

Cronograma – Conforme o diretor de Infraestrutura Rural da Secretaria de Agricultura, Robson Vieira, são 16 quilômetros a serem recuperados na Estrada do Macaco, que liga a BR 101 (Campos-Rio), na altura de Serrinha, a Dores de Macabu, junto à RJ de ligação do distrito campista ao município de Quissamã. A Estrada do Macaco é uma importante via para o escoamento da produção de leite, de bovino de corte, cana e hortaliças.

“Estamos limpando tudo, nivelando o solo, cortando vegetação que avançam sobre a estrada, depositando o fresado, que é doado pela Arteris Fluminense, e que depois é prensado, compactado pelo rolo. Do jeito que estamos fazendo, o serviço vai durar de três a quatro anos sem necessidade de nova intervenção dessa mesma intensidade”, falou Robson, que prevê que a recuperação da Estrada do Macaco seja concluída em um mês, com o Estradas do Produtor seguindo, depois, para a Estrada do Leite e, em seguida, para a Estrada do Elesbão, onde a Prefeitura, por meio da Secretaria de Agricultura, vai construir duas pontes sobre o rio da Prata, em substituição às antigas, de madeiras.

“O trabalho está sendo muito bem feito, qualquer um pode ver. Muita gente deixou de tirar os animais, tirar o leite, por falta de estrada. Agora estão trazendo melhorias e é pedir a Deus pra continuar melhorando, porque os benefícios não são só para o produtor, são para toda a gente daqui. Muitas vezes a gente teve de socorrer morador com carro traçado, porque a ambulância não conseguia passar. Agora todo mundo está feliz, porque vão poder voltar a vender sua galinha, vender seu porquinho, vender o boi, escoar o leite pra quem quiser. Vai ficar uma maravilha. Essa melhoria é pra todo mundo que precisa da estrada”, resumiu o produtor rural de Dores de Macabu, José Fernandes Júnior.

Subcom*

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *