23/05/2024
Região

Prefeitura de SFI promove 13ª Conferência Municipal de Assistência Social

Com a participação de funcionários de diversos equipamentos, a Prefeitura de São Francisco de Itabapoana (SFI) promoveu na terça-feira (11) a 13ª Conferência Municipal de Assistência Social. O tema foi a “Reconstrução do Sistema Único de Assistência Social (Suas): o Suas que temos e o Suas que queremos”.

O evento aconteceu na sede da Secretaria Municipal de Trabalho e Desenvolvimento Humano (SMTDH) e contou com a presença do vice-prefeito, Raliston Souza, que representou a prefeita Francimara Barbosa Lemos.

— Foi uma oportunidade muito significativa para debatermos as demandas da nossa população no campo da assistência social. Gostaria de parabenizar o secretário da pasta, Fagner Azeredo, e toda equipe da SMTDH por estarem desenvolvendo um excelente trabalho, cujas ações foram destacadas no decorrer da conferência — pontuou o vice-prefeito.

Para Fagner, o tema do encontro “nos convoca a ter um olhar constante para as necessidades, extensão territorial e diversidade locais para, assim, avaliarmos e observarmos as políticas públicas a serem executadas”.

O secretário observou que, apesar do Suas ter perdido orçamento e financiamento nos últimos anos, a partir de decisões de outras esferas governamentais, “a gestão municipal permaneceu comprometida”. Um dos investimentos foi a aquisição de veículos 0 km para todos os equipamentos da rede.

Paralelamente, o subsecretário municipal de Trabalho e Desenvolvimento, Luiz César, lembrou que o Suas foi criado em 2005 para fazer “com que o atendimento chegue a quem mais precisa, que são as pessoas em situação de vulnerabilidade social”.

Segundo a presidente do Conselho Municipal de Assistência Social, Nágila Coutinho, a mobilização da sociedade civil organizada através deste órgão traz benefícios no planejamento dos projetos e programas para os usuários. Ela, que também é assessora técnica da SMTDH, realizou a apresentação “Aqui tem Suas”, para destacar o trabalho desenvolvido pelo município.

A conferência contou ainda com a palestra magna com a conselheira municipal de Assistência Social de Campos dos Goytacazes, Ketnen Medeiros. Ela, que é doutora pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro, citou o histórico do Suas, apontando desafios e peculiaridades. “A assistência social tem que ser a porta de entrada e a porta de saída para o usuário. E, em uma sociedade capitalista, a porta de saída é o emprego. Devemos assim, contribuir para que, através do Suas, o usuário seja emancipado”, declarou.

A programação do evento promoveu também cinco painéis com diferentes temas relacionados ao Suas, como financiamento, universalização do acesso e integração da oferta dos serviços e direitos, qualificação e estruturação das instâncias de controle social e a potencialização da presença da sociedade. Aos participantes, foram servidos almoço e “coffee break”.

Ascom*

Alerj

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *