27/05/2024
Campos

Prefeitura de Campos realiza mais uma entrega dos kits do Mãe Coruja

A Prefeitura realizou, nesta terça-feira (01), mais uma entrega dos kits do Mãe Coruja, programa municipal que atende mulheres gestantes e puérperas com kits com material necessário que servirá para ajudar no enxoval dos primeiros meses de vida da criança. O evento, organizado pela Secretaria de Desenvolvimento Humano e Social, aconteceu no salão principal do Palácio da Cultura e abriu as ações do mês de agosto, que foi instituído por Lei Federal de 2023, o mês da Primeira Infância. A primeira dama Tassiana Oliveira e o secretário, Rodrigo Carvalho, participaram da cerimônia.

Lançado há pouco mais de um ano, o programa já beneficiou 2.525 mães que vivem em situação de vulnerabilidade social. Na entrega desta terça-feira foram disponibilizados 400 kits. Eles contam com bolsa mochila térmica, mamadeiras, trocador, macacão longo e curto, body com manga e sem manga, casaquinho com capuz, toalha de banho, edredom, meias de algodão, luva e banheira, entre outros itens.

A primeira dama Tassiana Oliveira, que acompanhou de perto a criação do programa, falou sobre a importância dos kits para as mães que enfrentam dificuldades financeiras. “A gente que é mãe sabe como é ficar naquela angústia de querer dar o melhor aos nossos filhos. Porém, muitas não têm a possibilidade de comprar os itens básicos que uma criança necessita nos primeiros meses. O que o governo está disponibilizando é um direito delas e das suas crianças”, disse Tassiana.

A adesão ao programa acontece a partir do 7º mês de gestação, com o objetivo de atender gestantes inscritas no Cadastro Único e referenciadas nos Centros de Referência da Assistência Social (CRAS) ou Centro de Referência Especializado de Assistência Social (CREAS).

“A gente fica feliz de ver essas mães saindo com os kits em mãos. É um ato de amor e um dever a ser cumprido. É gratificante saber que, mês a mês, a gente consegue ajudar essas mulheres”, disse o secretário Rodrigo Carvalho.

Estefani de Oliveira, de 30 anos, tem um bebê recém-nascido e ainda mais duas crianças. Desempregada, ela diz que não conseguiria comprar um enxoval completo para o bebê. “É uma satisfação muito grande estar recebendo os kits. Eu estou desempregada e ficaria muito difícil comprar as coisas neste momento. Estou recebendo em uma ótima hora”, disse.

Com oito meses de gestação, Tailane Nogueira é dona de casa e disse que o kit na hora certa nesta reta final. “A gente sabe que é um gasto a mais e o kit chegou na hora certa. Eu tenho mais dois filhos e nunca recebi essa ajuda. Agora as coisas vão ser diferentes”, explicou a gestante.

O evento também levou conhecimento às mamães presentes. Dentro das ações do mês da Primeira Infância, elas receberam orientações sobre a importância do Aleitamento Materno. Em parceria com o Programa Criança Feliz, o tema foi abordado e ministrado por Fabiana Passos, que é coordenadora do Banco de Leite do Hospital Plantadores de Cana. O mês de agosto passa, a partir de agora, a ser dedicado às ações de conscientização sobre a importância da atenção integral às gestantes e às crianças de até 6 anos de idade.

“É importante falar não só do aleitamento, mas também da doação do leite materno. Uma criança bem alimentada desde o início da sua vida, ela tem muitas chances de se tornar um adulto sadio. O sangue todos nós temos, apesar de suas impossibilidades de doar. Mas o leite não é todo mundo que tem para doar. O leite é um alimento de ouro para as nossas crianças”, explicou a Fabiana Passos.

Para a gestante Loraine da Silva, que está no oitavo mês de gestação e descobriu a gravidez com cinco meses, o kit vai ajudar muito nesta reta final antes do nascimento do seu primeiro filho. “A gente sabe que as coisas para criança não são baratas. O kit Mãe Coruja vai ser essencial no final da minha gestação e nos primeiros meses de vida do Davi”, ressaltou.

Secom*

Alerj

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *