Prefeitura de Campos ganha Nota A em indicador de informação fiscal - Tribuna NF

Prefeitura de Campos ganha Nota A em indicador de informação fiscal

Com gestão e planejamento, contas e salários em dia, avanços na geração de empregos, abertura de empregos e atração de investimentos, Campos segue colecionando indicadores positivos e alcançou a Nota A no Ranking Siconfi 2023, da Secretaria do Tesouro Nacional, para medir a qualidade da informação contábil e fiscal da União, Estados e os Municípios brasileiros. Campos é o melhor desempenho do Estado do Rio de Janeiro, à frente da capital Rio de Janeiro, e está em 193º lugar entre todos os municípios brasileiros.

Essa Nota A do Ranking Siconfi se soma como indicador de performance administrativa a outro desempenho positivo, a Nota A na Capacidade de Pagamento (Capag), também avaliada pela Secretaria de Tesouro Nacional.

“É uma notícia gratificante e que nos deixa ainda mais animados a realizar pela população. É um resultado fruto de gestão e trabalho árduo, de esforço e cuidado de nosso governo com a transparência e o zelo com o dinheiro público. Estamos trabalhando para ter equilíbrio fiscal e assim cuidar de pessoas e investir no crescimento de nossa cidade”, disse o prefeito Wladimir Garotinho, parabenizando as equipes envolvidas mais diretamente, como as das Secretarias de Controle e Transparência, e a de Fazenda.

O município de Campos registrou 96,1% no ICF (Indicador da Qualidade da Informação Contábil e Fiscal) no Siconfi, ficando posição no grupo restrito da Nota A – conferida apenas a entes federativos que tem desempenho superior ou igual a 95%.

Campos registrou um avanço expressivo no Ranking Siconfi: em 2019 recebeu Nota E, no 5.325º lugar; em 2020, foi o 3.042º colocado, com Nota C. Agora está entre os 200 municípios com melhor qualidade da informação contábil e fiscal junto ao Tesouro Nacional.

Quando se olha para o desempenho de Campos em comparação a de capitais, o município registrou um desempenho superior a Porto Alegre, com ICF 95,9% e Nota A; São Paulo com ICF 91,6%, com Nota B; Curitiba com ICF 90,9% e Nota B.

Na Região Sudeste, entre os quatro estados, Campos só perdeu para as capitais mineira, com Belo Horizonte marcando ICF 98,1 % e Nota A; e capixaba, com Vitória registrando ICF 99,9%.

No Estado do Rio, por exemplo, Campos figurou à frente da capital fluminense, que teve ICF 69,4%, com Nota D, na posição 4.361ª do Ranking nacional. Niterói registrou Nota C, com 78%, na 3.314 posição nacional.

Campos está à frente na região de cidades como São João da Barra, com ICF 80,6% e Nota C, na 2960ª posição; Cardoso Moreira, com ICF 76,1% e Nota C, na 3.579ª posição; São Francisco de Itabapoana com ICF 69,4%, Nota D e na 4.364º posição. Macaé teve ICF 89,4%, Nota B, na 1.418ª posição nacional.

Secom*

Alerj

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *