22/05/2024
Campos

Prefeitura cede terreno e Centro de Referência do Autismo é ampliado em Campos

Tendo a inclusão e promoção da melhor qualidade de vida das pessoas atípicas como uma de suas bandeiras, o prefeito Wladimir Garotinho, acompanhado da primeira-dama Tassiana Oliveira, marcou presença na inauguração do primeiro módulo de ampliação do Centro de Referência do Autismo, que só foi possível após sanção, em abril de 2022, da Lei 9.135/22, que promoveu a cessão de um terreno com área de mais de 120 metros quadrados para a Associação de Pais e Amigos de Pessoas Especiais do Norte e Noroeste Fluminense (Apape). Com a ampliação, a instituição vai poder aumentar a demanda de atendimento para 60 novas pessoas com Transtorno Espectro Autista (TEA).

Além de estender os atendimentos a novos assistidos, a área construída conta com auditório que vai ser subdividido em três salas multiuso, espaço lúdico com brinquedos e banheiros, além de um jardim sensorial. Durante a inauguração, a Prefeitura de Campos, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Humano e Social, entregou à instituição instrumentos musicais que vão trabalhar a musicoterapia.

Atualmente, a Apape atende no Centro de Referência do Autismo a 262 crianças e adolescentes. Os atendimentos contam com equipe transdisciplinar especializada e um Centro de Autismo, em cumprimento à Lei Estadual 6.169/2012 e à Lei Federal 12.764/2012, também chamada de Berenice Piana, que institui a Política Nacional de Proteção dos Direitos da Pessoa com TEA. A instituição também atende pessoas com deficiência mental, sensorial, física e intelectual, através de parceria com as Secretarias de Saúde, Desenvolvimento Humano e Social e pela Fundação Municipal da Infância e da Juventude (FMIJ).

O terreno doado pelo município estava cedido para uma entidade desde 1999 e, como não estava sendo dada nenhuma destinação à área, a cessão foi revogada no final do ano passado.

“O terreno estava cedido a uma instituição que não cumpriu o seu dever social. Com essa ampliação, a APAPE vai expandir o número de atendimento, vai expandir o número de crianças que vão poder ser atendidas aqui nessa instituição, que presta o serviço tão importante para crianças atípicas. As famílias têm muita dificuldade em conseguir atendimento e Campos é referência na região. A Prefeitura também aumentou o valor que é pago por cada assistido. Vamos ainda distribuir uma emenda de 200 mil reais para cada instituição que representa o braço do município, chegando onde o município não consegue chegar, a gente contrata as instituições e fomenta para que elas possam chegar e transformar vidas”, relata Wladimir.

“Mais um capítulo importante e marcante na história da Apape. Primeiro foi a conquista do terreno e hoje a inauguração da sua expansão que representa um marco gigante para a inclusão em nossa cidade. Este novo espaço será o lar de sorrisos e sonhos realizados pra inúmeras crianças”, disse a primeira-dama Tassiana Oliveira, destacando ainda que a ampliação do Centro de Referência do Autismo representa um impacto social tão significativo. “Um dia especial que ilumina não apenas a instituição, mas também os corações de todas as famílias envolvidas”.

Para a presidente da Apape, Naira Peçanha, o apoio do poder público e a visão de Wladimir em prol da inclusão foram imprescindíveis para a ampliação dos serviços.

“Hoje é um dia muito especial, pois a partir da sanção da lei pelo prefeito Wladimir Garotinho, para a cessão do bem público, estamos realizando o sonho de ampliar os serviços. Há um número crescente de pessoas diagnosticadas com autismo, e com esse novo espaço vamos poder receber mais 60 pessoas com o transtorno. Temos uma demanda reprimida e dentro dela nós vamos buscar aqueles que a gente entende que é o momento de estar aqui. Estamos em estado de graça, porque além das salas de estimulação, nós também teremos um espaço amplo e lúdico para trabalhar as emoções. Esse novo espaço é fundamental porque a casa já estava pequena. Não só os novos serão agraciados, mas também aqueles que já estão conosco. O prefeito Wladimir Garotinho é um prefeito inclusivo, e ele tem lutado para minimizar as situações com relação ao número crescente do autismo, e a Apape é referência no autismo”.

A inauguração foi marcada por descerramento de placa, apresentação de mães atípicas e momento de louvor e agradecimento pelo novo espaço. Esteve presente o presidente da Fundação Municipal da Infância e da Juventude, Leon Gomes, que enquanto vereador, fez a indicação legislativa para a cessão do terreno.

“Esse momento é muito importante, pois a Lei 9.135/22 foi resultado de uma indicação legislativa minha em 2022, onde eu solicitei que a Prefeitura pudesse ceder o espaço para a instituição. Wladimir, que está nessa luta conosco, sancionou imediatamente a lei. Isso mostra que é um prefeito sensível à causa e entendeu que a inclusão precisa acontecer e nós precisamos oferecer um atendimento de qualidade a todas as crianças e adolescentes. Estamos vivendo uma nova história na cidade de Campos”, disse Leon, que é pai atípico.

Também presente na cerimônia o secretário de Desenvolvimento Humano e Social, Rodrigo Carvalho, que entregou os instrumentos musicais e mais uma vez colocou a pasta à disposição da instituição.

Secom*

Alerj

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *