Prefeito Wladimir e entidades do setor produtivo dialogam sobre Refis/2021

Entidades representativas do setor produtivo foram recebidas pelo prefeito Wladimir Garotinho no início da tarde desta terça-feira (31). Na pauta, o Programa de Recuperação Fiscal (Refis/2021) que está em andamento e, ainda, questões ligadas ao IPTU Complementar. Na ocasião, o prefeito anunciou a prorrogação do prazo para a contestação da cobrança, que agora vai até o dia 8 de outubro, conforme a Portaria n° 030/2021, publicada no Diário Oficial desta terça-feira, ficando, desta forma, garantido o prazo para se for o caso, posterior adesão ao Refis/2021.

Os representantes do setor produtivo consideraram válida a reunião e elogiaram a postura de Wladimir. “O prefeito está sempre aberto a escutar nossas demandas, sempre disposto a conversar, trocar ideias e encontrar um denominador comum, o que é muito importante para o crescimento da nossa cidade. A prorrogação do prazo de contestação é de grande valia, pois vamos ganhar tempo para negociar com a Fazenda”, disse o presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas de Campos, José Francisco Rodrigues.

Wladimir aproveitou para falar a respeito da expectativa de crescimento da cidade, com o investimento de R$ 500 milhões em obras que será feito pelo Governo do Estado e, ainda, adiantou que a Prefeitura recebeu pedido de licenciamento de uma área para a instalação do segundo Campus de Furnas no município, que deve gerar em torno de dois mil empregos durante a sua construção.

Estiveram presentes no encontro, o presidente da Associação Comercial e Industrial de Campos (Acic), Leonardo Castro; o vice-presidente da CDL Edvar de Freitas Chagas Jr., diretor do Sindivarejo, Roberto Viana; representante da Associação de Comerciantes e Amigos da Rua João Pessoa e Adjacências (Carjopa), Marcos Fadul; o conselheiro da Federação das Indústrias do Rio de Janeiro (Firjan), Thieres Rodrigues; e o Chefe do Gabinete do Prefeito, Walter Jobe; o Procurador Geral do Município, Roberto Landes; e o Secretário de Desenvolvimento Econômico e Turismo, Marcelo Mérida.

Fonte: ASCOM

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *