Polícia Civil prende suspeitos da morte de Carlão Ritter

A Polícia Civil prendeu os suspeitos do assassinato do pré-candidato a vereador Carlos Ritter, o Carlão. Ele foi assassinado a tiros, quinta-feira passada (28), em casa, no Parque Nova Brasília. O delegado Bruno Cleuder vai dar detalhes da investigação que resultou em prisões, às 17h desta quinta-feira (4), quando completa uma semana do assassinato.

Vídeo da coletiva abaixo.

Um motoboy que pilotou a moto para o assassino e também o mandante do crime foram presos no início da tarde desta quinta. Segundo a polícia, a motivação foi passional.

O crime

Carlos Roberto Rocha Ritter, o Carlão, de 47 anos, foi morto a tiros na tarde de quinta-feira (28/3) no bairro Nova Brasilia, em Campos. A vítima chegou a ser socorrida por populares para o Hospital Ferreira Machado, mas não resistiu aos ferimentos.

Segundo a Polícia Militar, testemunhas contaram que, no dia do crime, a vítima estava em casa e foi chamada ao portão por volta das 17h, momento em que foi baleada.

Carlão também era ex-jogador do Goytacaz e Rio Branco, além de pai do atual goleiro do Americano, Patrick Ritter, e irmão do músico Serginho Pagodinho. Outro filho de Carlão, Carlos Ritter Junior é DJ conhecido na cidade.

Imagens da coletiva (Campos24horas):

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *