Parceria entre Prefeitura de Campos e Sindicato dos Ceramistas garante reforma de UBS

O Prefeito Wladimir Garotinho recebeu em seu gabinete, um grupo de ceramistas da Baixada Campista que apresentou as demandas da região e firmou parceria entre a Prefeitura de Campos e o Sindicato dos Ceramistas, para reforma da Unidade Básica de Saúde (UBS) de Baixa Grande, aderindo ao Programa “Amigo da Cidade”. O Refis, assim como o Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) Complementar, também esteve entre os assuntos discutidos.

Satisfeito com a disponibilidade dos ceramistas que ofereceram a parceria para a reforma da UBS, Wladimir afirma que só a união vai fazer a cidade crescer. “Temos que andar juntos, de mãos dadas por uma Campos melhor. Em 8 meses de Governo conseguimos equilibrar as contas, mas, no momento, não temos poder de investimento. A união entre poder público e privado vai fazer nossa cidade crescer. O sindicato se comprometeu em reformar a UBS de Baixa Grande e, ainda, fiscalizar o posto. Conseguimos, ainda, resolver a questão dos telheiros, abrindo o prazo de contestação para que o IPTU cobrado equivocadamente, seja reduzido”, relatou o prefeito, que anunciou aos ceramistas, a presença da Patrulha Mecanizada, que vai dar início à recuperação de 242 km de estradas vicinais na Baixada Campista.

O presidente do Sindicado da Indústria de Cerâmica de Campos, Paulo Roberto Ribeiro, falou da importância da parceria, “Essa parceria entre a prefeitura e o sindicato é muito importante, não só para nós e nossos funcionários, mas para todos os moradores da Baixada. Sempre foi um desejo “abraçar” a UBS. É uma forma de beneficiar a Baixada e, também, contribuir com a Prefeitura nessa ação social. Nessa reunião Wladimir nos falou da Patrulha Mecanizada, que vai revitalizar nossas estradas, ficamos satisfeitos, pois vai facilitar muito o escoamento de nossa produção, com isso, nos disponibilizamos ainda, se necessário, a guardar o maquinário da Patrulha Mecanizada”, relatou.

O ceramista João Elias Naked foi um dos que abordou a questão da UBS. “Senti boa vontade do prefeito em ajudar o pessoal de Baixa Grande e, ainda, boa vontade em relação ao IPTU, esclarecendo nossas dúvidas e aumentando o prazo para contestação em relação aos telheiros, que são locais móveis, sem construção, que equivocadamente, por conta do georreferenciamento, feito por drones, ocasionou algumas distorções”.

Presente na reunião, o Secretário de Fazenda, Marcos Morales, explicou que os telheiros não são considerados construções e que a questão é de fácil solução. Também participaram do encontro, o chefe de gabinete do prefeito Walter Jober, e o Deputado Estadual, Bruno Dauaire, que também dialogou sobre as demandas do setor em nível estadual, se comprometendo a debater as necessidades da categoria junto ao Governo Estadual.

Ascom*

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *