Paes monta equipe com 20 técnicos e políticos para a prefeitura; conheça os escolhidos

Com a escolha do delegado da Polícia Civil Brenno Carnevale para a Secretaria de Ordem Pública, realizada nesta sexta-feira, o prefeito eleito Eduardo Paes (DEM) já elegeu 20 secretários para seu próximo governo. A quantidade supera o número de pastas da gestão Marcelo Crivella, que tem 15. Apesar da dificuldade fiscal enfrentada pelo município, o futuro titular da Fazenda, deputado Pedro Paulo (DEM), diz que a quantidade de secretarias se torna menos relevante diante do enxugamento planejado para a máquina, que mira 40% de cargos comissionados e do segundo escalão.

— O que importa é o todo, o custo total da máquina. Importa menos o número exato de secretarias. Posso botar 20, 22 e o custo total ser menor. Posso cortar cargos comissionados, diminuir cargos de segundo escalão — afirmou Pedro Paulo, que também citou a regulamentação de teletrabalho e o corte de aluguel como outras medidas possíveis para reduzir custos.

Dentre os 20 secretários já escolhidos, sete podem ser considerados indicações técnicas, como a secretária de Transportes, Maína Celidônio. Quatro são indicação política da base aliada, como Cristiano Beraldo, que assume a pasta de Turismo após ter tido o nome sugerido pelo PSDB. Nove titulares são aliados do prefeito eleito de longa data — alguns têm ligação pessoal e já fizeram parte da primeira gestão de Paes, e outros são também filiados ao DEM.

O número de subprefeitos, apesar de ser acima dos seis prometidos pelo próprio Paes, “encolheu”. Serão oito, contra os atuais 17, que atendem pelo nome de superintendentes. Dentro do time de primeiro escalão que já foi anunciado estão também a presidente da Riotur, Daniela Maia, indicada pelo irmão, Rodrigo Maia, e pelo pai, Cesar, e o diretor do Centro de Operações Rio (COR), Bruno Ramos.

Houve, ainda, indicações do atual presidente da Câmara dos Vereadores, Jorge Felippe, e do vereador que é favorito à sucessão do posto, Carlo Caiado. No início da semana, porém, o prefeito eleito afirmou que teve total liberdade para suas escolhas.

— As escolhas são todas minhas. Tive pressão zero dos partidos aliados, pressão zero do meu partido. Tenho tido muita compreensão dos meus aliados políticos. Óbvio que tenho menor problema com político, pelo contrário, já anunciei deputados, e vão ter políticos no meu governo, mas pessoas da minha inteira confiança.

Os 30 nomes confirmados do primeiro escalão revelam um aumento na presença de mulheres, negros, jovens e moradores ou ex-moradores de comunidades e áreas periféricas da cidade. Há nove mulheres, praticamente um terço do total, sendo seis secretárias, duas subprefeitas e a presidente da Riotur. Na estrutura atual, há quatro secretárias.

Sociólogo e cientista político da UFRJ, Paulo Baía acredita que o secretariado escolhido transmite “vitalidade”. Ele destaca a diversidade de gênero e raça, além da presença de pessoas com origens em comunidades:

— Secretário que interpreta bem esse mundo se reconcilia com a cidade. Minha impressão inicial é positiva, e acho que ele foi hábil no cronograma de divulgação, pois deixou nomes mais políticos por último, enquanto teve boas nomeações de impacto no início.

Saiba quem são os escolhidos:

Indicações técnicas:

Salvino Oliveira (Juventude); Renan Ferreirinha (Educação); Maína Celidônio (Transporte); Joyce Trindade (Mulher); Katia Souza (Infraestrutura); Marcus Faustini (Cultura) e Chicão Bulhões (Desenvolvimento Econômico.

Indicação política/base aliada:

Cristiano Beraldo (Turismo, do PSDBD, Brenno Carnevale (Ordem Pública, Cidadania), Vinicius Cordeiro (Proteção Animal, do Avante), Felippe Neto (Trabalho e Renda , indicação do avô, Jorge Felippe, presidente da Câmara,

Escolha pessoal e aliados no DEM:

Marcelo Calero (Integridade), Pedro Paulo (Fazenda), Gulherme Schleder (Esporte), Washington Fajardo (Planejamento Urbano), Daniel Soranz (Saúde), Ana Laura Secco (Conservação), Laura Carneiro (Assistência Social), Marli Peçanha (Ação Comunitária), Eduardo Cavaliere (Meio Ambiente).

Fonte: O Globo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *