16/06/2024
Região

Município de SFI recebe duas reuniões preparatórias do Porto Central nesta quinta (6)

São Francisco de Itabapoana (SFI) receberá duas reuniões do Porto Central, nesta quinta-feira (6), preparatórias à Reunião Pública Geral, que acontecerá no próximo dia 20, às 18h, em Presidente Kennedy (ES), cidade onde será instalado o empreendimento. Segundo o Porto Central, durante os encontros serão repassadas mais informações sobre o projeto, atualizando o cronograma de instalação e prestados esclarecimentos sobre a licença de instalação do Porto Central (fase 1 do projeto global), já que o município são franciscano está na Área de Influência Direta (AID).

A primeira reunião ocorrerá das 15h às 17h30, na Rua Três Marias, no bairro Ingá, em Barra do Itabapoana, na rua em frente ao Supermercado do Jonathan, sendo direcionada a vizinhos próximos do futuro porto, na AID. Já a segunda, será no Salão Felicitá, no Centro da cidade, das 19h30 às 21h30, para vizinhos mais distantes do empreendimento, na AID.

As reuniões são abertas ao público, gratuitas e a participação voluntária. Haverá transporte para moradores do município que tiverem dificuldade de deslocamento até os locais dos eventos, inclusive para PCD (pessoa com deficiência), bastando fazer a solicitação enviando mensagem para o WhatsApp (28) 99993-2023.

“Já convoquei os secretários, juntamente com o corpo técnico, para participarem destas duas reuniões preparatórias do Porto Central. É muito importante que a sociedade também participe destes encontros, além da população, para que tenhamos antes do início das obras todos os esclarecimentos necessários a respeito dos impactos que serão provocados no nosso município”, ressaltou a prefeita Francimara Barbosa Lemos

De acordo com o Porto Central, a previsão é de que ainda neste ano tenha início a fase 1 com a construção de quatro dos 70 berços projetados e que “o MasterPlan do Porto Central, já com Licença Prévia, é para a ocupação de uma área de aproximadamente 2.000 hectares, mas sua construção será dividida em fases, o que diminuirá, consideravelmente, o pico de mão de obra nessa fase inicial”.

Ascom*

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *