14/06/2024
Polícia

Mulher assassinada a tiros em Santa Clara

O município de São Francisco de Itabapoana registrou no início da madrugada desta segunda-feira, 10, um feminicídio na Praia de Santa Clara. Por volta da 00h40 Priscila de Souza Gomes, 28 anos, foi assassinada a tiros na Rua Dez de Junho.

Segundo testemunhas que estavam no local, o acusado do crime seria um ex-companheiro com quem a vítima tinha uma filha. O suspeito, que seria servidor do departamento de trânsito de SFI (Emtransfi), deixou o local do crime e não foi localizado pela Polícia Militar. A Polícia ainda levanta informações para esclarecer se a vítima ainda mantinha um relacionamento com o suspeito ou se o casal estava separado.

Segundo as primeiras informações de relatos de testemunhas à Polícia Militar, a vítima estava na residência do suspeito junto com alguns amigos. No local estava havendo consumo de bebida alcóolica, quando em um dado momento teria ocorrido uma discussão entre o acusado e a vítima, o que levou ao crime. A vítima foi atingida por vários disparos de arma de fogo.

O corpo foi encontrado na rua, provavelmente para onde a vítima correu. O Resgate Municipal chegou a ser acionado, mas quando chegou ao local a mulher já estava em óbito.

O feminicídio foi registrado na 147ª Delegacia Legal de São Francisco de Itabapoana.

A Prefeitura de São Francisco de Itabapoana emitiu nota oficial sobre o caso:

A Secretaria de Segurança, Ordem Pública e Defesa Civil (SESEP) de São Francisco de Itabapoana (SFI), através do seu departamento de trânsito (Emtransfi), informa que o agente de trânsito suspeito do crime (feminicídio), no início desta madrugada de segunda-feira (10), não estava em sua escala de plantão de serviço.
A SESEP coloca-se à disposição da Justiça para qualquer esclarecimento, caso necessário. A Secretaria está solidária com a família da vítima e ressalta que não compactua com nenhum tipo de crime ou desvio de conduta que sejam cometidos por agentes do órgão.
Já a Secretaria Municipal de Trabalho e Desenvolvimento Humano (SMTDH), através do equipamento responsável, o Centro de Referência Especializado de Assistência Social (CREAS), realizará abordagem aos familiares da vítima, a fim de prestar acompanhamento e tomar as providências de assistência que se fizerem necessárias.
Ainda, salientamos o compromisso da SMTDH em realizar ações de enfrentamento à violência contra a mulher, como a Semana de Enfrentamento à Violência de Meninas e Mulheres, a Ronda Maria da Penha e o Workshop Empoderadas, em parceria com o Governo do Estado, previamente agendado para esta segunda-feira (10), às 18h, na Escola Municipal Herval Luiz dos Santos Batista.

PREFEITURA MUNICIPAL DE SÃO FRANCISCO DE ITABAPOANA

Fonte: Com informações VNotícia.

Alerj

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *