Motoristas do UBER utilizam manobra parar burlar GPS e aumentar valor de viagem

Motoristas do aplicativo Uber conseguem burlar o GPS e com isso aumentar em até 300% o valor de uma corrida. Isso só é possível no sistema Android e acontece porque os profissionais colocam o aparelho em modo economia de energia.

Na prática, o GPS fica tentando localizar o aparelho e com isso circula virtualmente na região, dando voltas virtuais, na tentativa de localizar o aparelho. O colunista em tecnologia da BandNews FM, Warrysson Lacerda explica que o golpe só é possível através do sistema Android e acontece porque o celular continua conectado, mas deixa de receber notificações automatizadas.

Ao finalizar a corrida, o motorista volta o aparelho à condição de normalidade e o GPS encontra o aparelho, mas registra todo o trajeto de procura, aumentando, somente virtualmente, a distância percorrida.

A prática não é incomum e está disseminada entre muitos motoristas. Como não altera o mapa na tela do aparelho celular, o passageiro não percebe a movimentação do GPS e só se dá conta do acréscimo depois que a corrida é finalizada. É caso deste engenheiro, que pediu para ter a identidade preservada e a voz distorcida.

O nome Treme Treme é justamente porque o GPS fica dando voltas no entorno do aparelho, durante deslocamento do veículo. Este motorista, que também teve a identidade preservada e a voz distorcida afirma que parou, há pouco tempo, de aplicar o golpe.

A Uber foi procurada e se limitou a informar que mantém equipes e tecnologias permanentemente analisando viagens suspeitas ou violações de termos de uso. Ainda de acordo com o comunicado, a empresa acrescenta que em caso de irregularidade comprovada, os envolvidos podem ser descredenciados da plataforma.

Fonte: BandNewsRio

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *