Mesmo com decisão do STF liberando sua presença, Witzel irá à CPI da Covid

Ao saber que foi beneficiado por um habeas corpus que o libera da obrigação de comparecer à CPI, o ex-governador do Rio de Janeiro Wilson Witzel informou ao blog do Octávio Guedes, do G1, que vai à CPI nesta quarta-feira (16) na comissão.

A decisão foi do ministro Nunes Marques, do Supremo Tribunal Federal (STF), nesta terça-feira (15). A convocação de Witzel havia sido aprovada em 26 de maio.

“Vou comparecer. Pode dizer”.

E concluiu: “Vou me oferecer para ser juiz auxiliar da CPI. Há muito e muitos a serem investigados” .

O blog confessa que não entendeu e pediu para ele explicar melhor.

“Não posso revelar agora. Mas serão pedidos de quebra de sigilos para descobrir quem financiou e participou do golpe contra mim. Não sei se os pedidos serão públicos ou sigilosos. Vou conversar com o relator. Requerimentos e quebras de sigilo em segredo de Justiça e outras medidas cautelares”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *