Material do cantor Renato Russo é apreendido em depósito usado por gravadora

A Polícia Civil apreendeu um material do cantor e compositor Renato Russo em depósito em Cordovil, na Zona Norte do Rio, utilizado por uma gravadora.

Foram apreendidas 91 fitas que, segundo a polícia, contêm material inédito do artista e serão entregues ao herdeiro do compositor Giuliani Manfredini.

A Operação Tempo Perdido, desdobramento da Operação Como Será, foi coordenada por agente da Policiais da Delegacia de Repressão aos Crimes Contra a Propriedade Imaterial (DRCPIM), e tinha como objetivo localizar e entregar ao legítimo proprietário material inédito do falecido cantor.

Em outubro, após a Operação Como Será, produtores musicais que trabalharam com a obra de Renato Russo – em vida e após sua morte, em 1996 – negaram que os materiais do artista citados em um relatório encontrado durante a ação tenha músicas inéditas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *