Justiça do Paraguai liberta Ronaldinho Gaúcho

Ronaldinho Gaúcho e seu irmão Roberto de Assis foram libertados da prisão domiciliar no Paraguai por decisão do juiz Gustavo Amarilla durante audiência em Assunção, nesta segunda (24) à tarde.

Os dois estavam detidos preventivamente havia mais de cinco meses, após entrarem no país vizinho com documentos paraguaios adulterados.

A audiência foi marcada após o Ministério Público do Paraguai concluir as investigações sem obter provas de que o ex-jogador e o irmão, que também é seu empresário, estariam envolvidos com lavagem de dinheiro e a produção dos documentos falsos. A Promotoria pediu a suspensão do processo.

Como a Justiça acatou o pedido do MP, após o prazo legal, o processo será arquivado. Ronaldinho e Assis estão liberados para voltar ao Brasil.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *