Famílias seguem ilhadas por alagamentos em regiões do Imbé, em Campos

Estrada na região do Imbé, em Campos, está tomada pela água — Foto: Josivaldo Queiroz

Cerca de 50 famílias que vivem no Imbé, em Campos, no Norte Fluminense, seguem ilhadas pelos alagamentos causados pelas chuvas na região nos últimos dias.

De acordo com a Defesa Civil, a Estrada do Donato, na RJ-190, também segue com diversos pontos de alagamento e um volume de água ainda maior, se comparado ao final de semana, situação que impede a saída dos moradores da localidade.

“A água por cima do asfalto está bem alta. Tem alguns pontos com cerca de 70 centímetros e outros com até mais”, disse Josivaldo Queiroz, morador da região.

Ainda de acordo com a Defesa Civil, apesar dos transtornos, não há registro de desabrigados ou desalojados. Também não houve chamado da população local para nenhum outro tipo de atendimento.

O órgão mantém a orientação para que o acesso seja evitado, devido ao risco iminente de acidente.

A água acumulada no Imbé escoa naturalmente para a Lagoa de Cima, que já sentiu o reflexo do acumulado de água de chuva nesta região. O nível da Lagoa está acima do normal. Até o momento, nenhuma família ribeirinha solicitou apoio da Defesa Civil, que informou também monitorar a situação da localidade.

O prefeito Wladimir Garotinho e o secretário de Defesa Civil, coronel Alcemir Pascoutto, acompanharam a desobstrução da Estrada do Donato, no Imbé, na última segunda-feira (1º). Na ocasião, o prefeito informou que assim que toda a água escoar na localidade, a Prefeitura iniciará os serviços necessários para retomar a normalidade.

Nesta quarta-feira (3), a Defesa Civil segue com o trabalho de drenagem em Venda Nova para minimizar os danos causados a 15 famílias que tiveram as casas afetadas. Outras equipes também continuam atualizando a situação nos pontos de alagamento do município, segundo o órgão.

G1*

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *