Emendas parlamentares de Wladimir ajudou a evitar colapso nos hospitais filantrópicos

As emendas parlamentares destinadas pelo deputado Wladimir Garotinho aos hospitais filantrópicos garantiram atendimento aos usuários do SUS nessas instituições durante a pandemia.

Os recursos permitiram que essas unidades de apoio à rede pública não entrassem em colapso por falta de repasses.
Para a Santa Casa de Misericórdia de Campos, por exemplo, o parlamentar destinou cerca de R$ 1 milhão em emendas – uma de R$ 500 mil aprovada no ano passado e outra do mesmo valor este ano.

Nesta sexta-feira (25), Wladimir Garotinho foi recebido pelo provedor Manoel Conrraes e pelo diretor clínico Cléber Glória.

Além da verba, o deputado federal destinou também à Santa Casa, 12 respiradores.

Para o provedor Manoel Conrraes, o dinheiro das emendas chegou em boa hora, em um momento em que o hospital está passando por uma grande crise financeira. Segundo ele, desde julho do ano passado que o hospital não recebe da prefeitura de forma espontânea. Só consegue os repasses do município por meio de medidas judiciais.

– A gente entrou na justiça e conseguiu receber até fevereiro, ou seja, referente a fevereiro e, agora, estamos há espera, porque a justiça tem o tempo dela. Essa verba destinada pelo deputado chegou na hora certa, já aplicada em materiais e insumos em geral. Só temos a agradecer – destaca Manoel Conrraes.

O diretor clínico Cléber Glória explica que os respiradores chegaram justamente neste período mais do que necessário, em plena pandemia por conta do Covid-19.

“Todos eles estão funcionando, até porque o atendimento aqui no hospital é muito grande. Para se ter uma ideia, hoje 40% do atendimento no município é de responsabilidade da Santa Casa”, enumera o diretor clínico.

O deputado Wladimir Garotinho acrescenta que “esse diálogo com os hospitais filantrópicos é de extrema importância para garantir o pleno funcionamento do SUS”.

“É conversando que a gente acha uma solução para os problemas. Estamos sempre abertos ao diálogo”, finaliza o deputado Wladimir Garotinho.

Ascom*

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *