Eike Batista é condenado a 11 anos de prisão e a pagar R$ 871 milhões de multa

A 3ª Vara Federal Criminal do Rio condenou Eike Batista a 11 anos e 8 meses de prisão pelos crimes de manipulação do mercado de capitais e uso de informação privilegiada. O empresário também terá que pagar R$ 871 milhões de multa, segundo a decisão.

Eike pode recorrer da decisão.

O Ministério Público Federal do RJ aponta que Eike teria simulado a injeção de US$ 1 bilhão em uma de suas empresas por meio de compra de ações da OGX, empresa da qual era acionista controlador. O MPF considera que ele tentou alterar artificialmente o funcionamento da bolsa de valores.

O MPF aponta também que o empresário chegou a lucrar mais de US$ 260 milhões com a venda de ações da OGX por meio de informações privilegiadas, que não foram divulgadas ao mercado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *