20/07/2024
Polícia

Corpo de motorista de aplicativo é encontrado em Saquarema

O corpo do motorista de aplicativo Wellington de Oliveira, de 55 anos, foi encontrado na tarde desta segunda-feira (4) no bairro Guarani, em Saquarema, na Região dos Lagos do Rio.

O homem estava desaparecido desde a noite de quinta-feira (31) e o carro foi encontrado na manhã de sexta-feira (1º) com marcas de sangue.

Nesta segunda (4), policiais do serviço reservado da Polícia Militar e da Polícia Civil receberam informações anônimas de que barulhos estranhos estavam sendo ouvidos, vindos de uma casa, na rua do Faraó, no bairro Guarani.

No local, os agentes encontraram cimento fresco no quintal. E, quando questionado, o homem que estava na casa confessou ter acabado de enterrar um corpo no local.

Segundo a Polícia Civil, o homem nega ter matado o motorista. Alega ter chegado em casa e encontrado o corpo e, como já possui antecedentes criminais, preferiu enterrá-lo ao invés de acionar as autoridades.

De acordo com a família, Wellington deixou a esposa na faculdade na quinta-feira (31), por volta das 20h, e foi fazer corridas de aplicativo até o horário de buscá-la na faculdade, às 22h, mas ele não apareceu.

Na sexta-feira, a esposa entrou em contato com a seguradora do veículo, que informou que o carro estava no bairro Guarani, em Saquarema.

No local, a família encontrou o carro abandonado e com marcas de sangue no estofado, no teto e uma marca de sapato no banco de traz do carro. A polícia foi acionada e o registro do desaparecimento foi realizado.

A família de Wellington chegou a receber mensagens enviadas pelo celular dele, como se fosse o próprio motorista.

Desde então, a Polícia Civil vinha investigando o caso. O corpo encontrado foi encaminhado para o IML de Cabo Frio. O homem foi preso e os agentes da 124ª delegacia seguem investigando o caso.

G1*

Alerj

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *