19/07/2024
Destaque

Com mais de 1.700 casos confirmados, Campos decreta epidemia de dengue

Em publicação suplementar do Diário Oficial (DO) desta sexta-feira (1º), a Prefeitura de Campos, por meio da subsecretaria de Vigilância em Saúde, vinculada à Secretaria Municipal de Saúde, decreta emergência em saúde pública devido à epidemia de dengue na cidade. O município já contabiliza 1.788 casos e, em virtude do aumento contínuo do número de notificações da doença, ficam estabelecidas novas medidas de enfrentamento e combate à patologia, transmitida pelo mosquito Aedes aegypti, vetor, também, da zika e chikungunya.

“Esse decreto significa que nós atingimos o quantitativo de casos confirmados de dengue na cidade. Isso vai permitir que tomemos as medidas necessárias, tanto na expansão, quanto no acolhimento e tratamento de pacientes que, por ventura, evoluam para uma forma mais grave. Neste sábado (2), teremos o Dia D Nacional de Combate à Dengue na Praça São Salvador, e é importante que toda a nossa sociedade se envolva para podermos combater o mosquito transmissor da doença”, convidou o secretário municipal de Saúde, Paulo Hirano.

O diretor de Vigilância em Saúde, o infectologista Rodrigo Carneiro, explica que o decreto de epidemia é importante, pois permite que o município tenha mais recursos para lidar com a situação, como alocação de mais verbas, mobilização de equipes de saúde, aquisição de insumos e medicamentos, entre outras ações. Além disso, ao oficializar a epidemia, há uma maior visibilidade do problema, o que pode levar a um aumento na conscientização da população e em medidas de prevenção.

“O setor de Vigilância em Saúde já vinha, nas últimas semanas, realizando ações de combate, prevenção e acolhimento de pacientes com dengue e, com o decreto de epidemia, o município terá mais ferramentas para intensificar esses serviços, visando melhorar a assistência à saúde da população”, reforçou o médico.

NOVAS AÇÕES

Conforme o Decreto Municipal nº 36 ( AQUI ), fica instituído o Gabinete de Crise da Dengue e outras Arboviroses no Município de Campos, que tem por finalidade unificar as ações de combate à epidemia. Essas reuniões serão realizadas todas as semanas, com o primeiro encontro já na próxima terça-feira (5), às 9h, no auditório da Prefeitura, com transmissão online.

Serão atribuições do Gabinete de Crise: detectar, monitorar e avaliar os indicadores epidemiológicos da dengue e outras arboviroses; unificar as ações de prevenção, controle e educação em saúde em relação à dengue e outras arboviroses; constituir comitê de vigilância sentinela de óbitos por dengue e outras arboviroses no âmbito do município; propor mecanismos que possibilitem a plena execução intersetorial das ações da dengue e outras arboviroses; realizar treinamentos e capacitações no manejo clínico da dengue e outras arboviroses, focando nos diagnósticos diferenciais destas condições, além de divulgar informações pertinentes e fidedignas sobre a situação da epidemia todas as semanas por meio de reuniões do gabinete de crise. O decreto entra em vigor a partir da data de sua publicação.

Secom*

Alerj

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *