22/06/2024
Política

Clarissa Garotinho: Serei uma voz forte no Senado

Artigo de Clarissa, candidata ao Senado pelo União Brasil

Todos nós temos um compromisso democrático importante neste domingo, 2 de outubro, quando iremos às urnas escolher parlamentares, governadores e o presidente da Nação para os próximos anos. Mais uma vez, estarei ao lado de vocês! Com uma história de 14 anos de vida pública, sem nada que desabone minha conduta, quero ser uma voz forte no Senado. Uma voz que defenda e coloque o nosso Estado do Rio no lugar onde ele merece; que proteja as mulheres e crianças da violência sexual e pedofilia; e uma voz a favor de valores importantes para as famílias brasileiras.

E acredito que defender o Estado do Rio é, antes demais nada, cobrar uma dívida histórica que existe com nossa população desde a transferência da capital daqui para Brasília, lá nos idos da década de 60. Você conhece bem a degradação econômica e os reflexos na violência que essa mudança mal planejada nos causou. É preciso, portanto, ter coragem e experiência para colocar o dedo na ferida, e tenha a certeza de que vou fazer isso. Buscarei uma reparação justa da União para o nosso estado. Chega de senador jogando parado na hora de defender os interesses do povo!

No Senado, vou potencializar as vocações do Estado do Rio, especialmente o turismo, que é nossa matriz de desenvolvimento. Sem esquecer, é claro, das indústrias de petróleo, de gás e automobilística – que, juntas, representam a força econômica do nosso interior.

Outro tema importante que quero levar ao Senado Federal é a urgência de se fazer uma Reforma do Judiciário no país, acabando com privilégios de magistrados e tornando a Justiça mais acessível, rápida e igualitária para todos os brasileiros. Não é possível aceitar, por exemplo, que, ao cometer uma irregularidade grave, um juiz receba como pena máxima a aposentadoria compulsória com vencimentos integrais. Ora, ninguém está acima da lei, e um juiz não pode se esconder dentro da toga para fugir da regra e virar exceção!

Acredito ainda na importância que é olhar para os valores e princípios de quem vamos escolher nas urnas. São esses valores e princípios que vão pautar os eleitos na hora de governar e legislar sobre assuntos importantes em debate na sociedade. Sou contra a legalização do aborto e das drogas, por exemplo. E mais: não posso aceitar uso de dinheiro público para financiar cartilha de ensino de ideologia de gênero em escolas. Isso é muito sério!

É assim, com valores sólidos e posições fortes, que pretendo legislar no Senado, a exemplo do que já fiz na Câmara dos Deputados, onde ajudei a aprovar mais de 70 leis a favor das mulheres. Sei que ainda temos muito que fazer por elas e pelas crianças. Você sabia que uma mulher é estuprada a cada dez minutos no Brasil e muitas delas são menores de idade? Por isso, defendo que cadeia é pouco para estupradores e pedófilos. Vou lutar para que haja castração química para esses criminosos. Em vários países, a pena já é aplicada, com redução de reincidência de 75% para 2%. Chegou a hora do Brasil. Só depende de nós!!

Agradeço a atenção e peço seu voto no dia 2 de outubro.
Clarissa senadora 444.

Alerj

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *