23/05/2024
Região

Ciclone no Sul do país provoca ondas de até 4 metros de altura e ventania no Rio

A chegada de uma frente fria vai mudar a paisagem da cidade do Rio de Janeiro a partir desta quinta-feira. A mudança no tempo é provocada pela formação de um ciclone extratropical no Sul do Brasil, que se desloca para o oceano, deixando o mar agitado e aumento da nebulosidade. Ondas de até quatro metros podem atingir a orla do Rio. Também são esperados ventos fortes, com rajadas que podem variar de 52 km/h a 76 km/h. Às 10h48, houve registro de ventos de 64,8 km/h no Aeroporto do Galeão, segundo o REDEMET.

Outro registro de vento foi entre 8h e 9h, na estação Forte de Copacabana , que chegou a 45,4 km/h segundo o Inmet.

De acordo com o Sistema Alerta Rio, durante a manhã haverá aumento de nebulosidade e a partir da noite há previsão de chuva fraca a moderada. Já os ventos podem variar de moderados a fortes.

Mar agitado

A Marinha do Brasil emitiu um aviso de ressaca para o litoral da cidade do Rio. Das 21h desta quinta-feira às 9h de sábado, ondas de 2,5 a 4 metros de altura podem atingir a orla.

— O ciclone extratropical afeta diretamente a Região Sul do Brasil, porém seu deslocamento pelo oceano influenciará o tempo na cidade do Rio, mesmo que de forma mais atenuada. Há previsão de chuva fraca a moderada entre o final da quinta e ao longo da sexta-feira. Também há possibilidade de ventos fortes, com rajadas que podem variar de 52 km/h a 76 km/h, principalmente entre a manhã de quinta-feira e o turno da tarde de sexta-feira —, afirma, Raquel Franco, meteorologista chefe do Alerta Rio.

O Centro de Operações Rio (COR) recomenda aos cariocas e turistas que evitem o banho de mar e a prática de esportes dentro d’água. Além disso, pescadores devem evitar a navegação e a permanência em mirantes na orla. Em caso de acidente, a orientação é não entrar no mar para resgatar vítimas e acionar o Corpo de Bombeiros pelo telefone 193.

Outras regiões do estado

Nas regiões da Costa Verde, Médio Paraíba, Centro-sul Fluminense e na Região Serrana do estado a ventania pode chegar a 90 km/h.

Na capital, região dos Lagos e Norte Fluminense, são previstas rajadas de vento entre 50 e 70 km/h. Na sexta, as rajadas de vento mais intensas ficarão concentradas no litoral desde a Costa Verde até o norte do estado, e podem variar entre 60 e 80 km/h, segundo o Climatempo.

Na sexta-feira, a chegada de uma massa de ar frio derruba as temperaturas no estado e a máxima não passa de 23°C na capital.

O Globo*

Alerj

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *