28/05/2024
Polícia

Carro blindado, apartamentos de luxo na Barra e mansão em Angra são alvos de ação da PF contra tráfico internacional de drogas

A Polícia Federal deflagra, na manhã desta quinta-feira, uma ação contra o esquema de lavagem de dinheiro proveniente do tráfico internacional de drogas. Esta é a segunda fase da Operação Tamoios no Rio de Janeiro. Ao todo, são cumpridos oito mandados de busca e apreensão em endereços na capital fluminense e em Niterói, além de sete mandados com medidas cautelares. A Justiça Federal também determinou o sequestro de bens no valor de R$ 126 milhões — entre eles apartamentos de luxo na Barra da Tijuca, na Zona Oeste da capital, e uma mansão em Angra dos Reis, na Costa Verde.

A primeira ação, em agosto de 2021, investigou traficantes que transportavam cocaína do Rio de Janeiro até Vitória, no Espírito Santo. Os criminosos utilizavam o transporte rodoviário para o deslocamento. Do estado capixaba, as drogas eram acopladas — em pequenas embarcações pesqueiras e com apoio de mergulhadores profissionais — em cascos de navios com destino à Europa.

Segundo as investigações, a quadrilha utilizava meios sofisticados para ocultar e dissimular a origem dos bens adquiridos por meio de recursos advindos de suas atividades criminosas, em especial o tráfico transnacional.

A partir da quebra de sigilo bancário e fiscal, a PF confirmou a aquisição de bens em nome de terceiros. De acordo com a polícia, os investigados não tinham capacidade financeira, nem documentação fiscal que esclareçam a origem dos valores empregados na compra de tais bens.

Com isso, 3ª Vara Federal Criminal do Rio determinou o bloqueio de contas bancárias e sequestro de bens móveis e imóveis. Entre os bens sequestrados estão: dois apartamentos de luxo localizados em frente à praia da Barra e uma casa em Angra dos Reis, automóveis de luxo e motos aquáticas.

O Globo*

Alerj

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *