19/06/2024
Campos

Campos sedia reunião da Comissão de Intergestores Bipartite

Campos sediou, nesta quarta-feira (19), a 88ª reunião da Comissão de Intergestores Bipartite (Cib). Promovida pela Gestão do Sistema Único de Assistência Social (SUAS), órgão que faz parte da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Humano e Social, a reunião contou com a participação de cerca de 150 pessoas que estavam representando 55 dos 92 municípios do Estado do Rio de Janeiro.

A Cib, que está em sua 9ª edição regionalizada, tem como objetivo discutir políticas voltadas para a assistência social e também pautas importantes que podem ser pactuadas entre município, governo estadual e governo federal. Além de representantes de diversos municípios, o encontro, que aconteceu no Teatro Trianon, contou com a participação do prefeito Wlamidir Garotinho, da primeira-dama Tassiana Oliveira, do secretário de Desenvolvimento Humano e Social, Rodrigo Carvalho, e da secretária de Estado de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos e Direitos Humanos, Rosangela Gomes.

De forma regionalizada desde o ano passado, a Comissão de Intergestores Bipartite consegue reunir municípios mensalmente de cada região do Estado. Assim, as reuniões que antes eram feitas apenas na capital, se tornaram mais próximas às realidades municipais. A Cib é uma instância do processo de descentralização da Gestão do SUAS. Assim, as reuniões servem como espaços de articulação e expressão das demandas dos gestores. Na pauta da reunião de hoje, foram discutidos assuntos como emendas parlamentares, conferências municipais, Aluguel Social Estadual, Declaração de Estado de Calamidade, entre outros.

O prefeito Wladimir Garotinho esteve no encontro e falou sobre a reconstrução da rede de políticas públicas na cidade.

“A gente está reconstruindo a rede de assistência social na cidade que foi extinta. Com diversos projetos, como Cartão Goitacá, Restaurante do Povo, entre outros benefícios, a gente mostra que a rede de proteção também é prioridade. Nós estamos desenvolvendo muito em relação às políticas públicas”, disse o prefeito.

Para o secretário Rodrigo Carvalho, a reunião da Cib é uma forma de estreitar relações entre as gestões. “É muito importante todos os municípios, ou boa parte estar reunido para discutir, compartilhar e absorver informações que são primordiais para cada cidade, mas especificamente para a população mais carente daquela cidade. Muitos projetos e programas que temos em Campos são em parceria com o governo estadual. A reunião serve para que a gente consiga abrir os horizontes e garantir parcerias entre as gestões”, disse o secretário.

“A gente está trabalhando em rede. A população sai beneficiada de todo esse esforço, porque a gente está trabalhando em rede. É um pedido feito pelo governador Cláudio Castro que a nossa secretaria está avançando”, disse a secretária Rosângela Gomes.

Da Região Noroeste do estado, Angélica Hullen é secretária de Assistência Social do município de Bom Jesus do Itabapoana. Segundo ela, que elogiou a organização do evento, a reunião vai servir para que os municípios avancem no campo social. “Estou muito gratificante, principalmente de forma regionalizada. A gente quer ampliar as discussões sobre o SUAS e levar notícias boas aos municípios. A gente quer realizar pactuações com o governo estadual para que os nossos municípios possam avançar em pautas sociais. Eu gostaria de parabenizar o prefeito Wladimir e o secretário Rodrigo pelo evento impecável”, disse a secretária.

O presidente regional do Colegiado Nacional de Gestores Municipais de Assistência Social (Congemas) e secretário de Assistência Social e Habitação de Petrópolis, Fernando Araújo, falou sobre como o encontro pode ser importante para os municípios do Rio. “É uma satisfação estar aqui discutindo assuntos importantes para que, não só Petrópolis avance com serviços sociais, mas diversos municípios do estado, já que estamos discutindo de forma regionalizada entre eles e o governo estadual. Enquanto presidente do Colegiado, eu vejo a reunião como um grande momento para ampliar a visão sobre questões sociais que podem ser implementadas em todos os municípios participantes”, explicou.

Fonte: Secom

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *