Câmara de Itaguaí aprova impeachment e afasta prefeito Charlinho e vice Abelardo Goulart

A Câmara Municipal de Itaguaí cassou o mandato do prefeito Charlinho Busatto e do vice-prefeito Abelardo Goulart, o Abelardinho – ambos eram acusados de nepotismo. O resultado foi 13 a 4 a favor do impeachment. O presidente da câmara assume ainda nesta sexta-feira.

Charlinho nomeou a esposa, Andréia Busatto, como secretária de Educação. Já o vice-prefeito nomeou a filha, Érika Goulart, como secretária de Esportes.

A sessão atravessou a madrugada e só terminou na manhã desta sexta-feira (6). A leitura da denúncia, com 1.062 páginas, levou nove horas para ser concluída. A apresentação do relatório final consumiu mais uma hora e meia.

Jà às 5h desta sexta, o prefeito começou a fazer a defesa. Ele acusou os vereadores de tentarem um golpe e afirmou não ter cometido nenhum tipo de improbidade. Logo em seguida, o procurador-geral do município, Alexandre Oberg, passou a fazer a defesa Abelardinho.

Esta foi a quarta sessão de impeachment feita pela câmara – nas outras três, o pedido foi negado.

G1*

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *