27/05/2024
Política

Durante operação contra vereador de Duque de Caxias, empresa Hashimoto foi alvo de busca e apreensão

Na última sexta-feira (22), o Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro (MPRJ), por meio do Grupo de Atuação Especial no Combate ao Crime Organizado (GAECO/RJ), em parceria com a Polícia Civil e com a Corregedoria-Geral da Polícia Militar, prendeu o vereador de Duque de Caxias Carlos Augusto Pereira Sodré, o Carlinhos da Barreira, e outros envolvidos em suposto esquema de agiotagem.

Durantes as investigações, foram identificados repasses entre empresas ligadas ao vereador e prestadoras de serviços na prefeitura de Duque de Caxias. Uma delas é a notória Hashimoto Manutenção Elétrica e Comercio Ltda.

Entre os 17 mandados de busca e apreensão, também foram cumpridos contra a empresa Hashimoto e seus sócios, sendo um na Rua Coronel Aviador Antônio Arthur Braga, Barra da Tijuca, Rio de Janeiro, residência de um dos sócios.

A operação foi determinada pela 1ª Vara Criminal Especializada da Capital.

Alerj

Comente