Alerj correndo da Polícia Federal

Aprovado pela Alerj na tarde desta quinta-feira (13) um pedido para investigar a suspeita de espionagem a todos os 70 deputados, o que incluiria um dossiê, os edis preferiram encaminhar o requerimento para o Ministério Público Estadual.

Dois deputados aliados ao governador Witzel sugeriram encaminhar o caso para à Polícia Federal. Mas os edis preferiram não provocar a turma de preto.

A propósito, muitos daquela casa de leis são investigados na Lava Jato RJ, o que a ainda deve provocar muita correria.

Comente

%d blogueiros gostam disto: