“Biombo” de Cabral, FGV Projetos ganha contrato de emergência de R$ 7 milhões da gestão Witzel e MP abre investigação

O Ministério Público do Rio de Janeiro abriu um Inquérito Civil Público para investigar a contratação emergencial de R$ 7,45 milhões entre a Secretaria Estadual de Saúde do governo Witzel e a FGV Projetos.

A investigação foi aberta com a base na notícia do blog do jornalista Ruben Berta, o Blog do Berta, que apurou a contratação assinada pelo subsecretário de Saúde afastado do cargo Gabriell Neves       (https://blogdoberta.com/2020/04/10/fgv-projetos-75-milhoes-contratos-pandemia/).

De acordo com a dispensa de licitação, o objetivo é “à contratação de serviço de revisão do marco regulatório e de apoio, monitoramento, avaliação e controle dos Contratos de Gestão no âmbito da SES”.

Em depoimento ao juiz Marcelo Bretas em 2019, o ex-governador Sérgio Cabral revelou que a FGV Projetos era apenas um “biombo legal para efetivar ilegalidades” de sua organização criminosa, e citou casos como o Metrô e Maracanã.

As contratações emergenciais do governo Witzel com base no combate a pandemia do coronavírus tem gerado várias investigações.

Ontem também foi aberta investigação para apurar a contratação da Organização Social IABAS, que foi contratada pelo Estado por R$ 835 milhões para montar e administrar 1.400 leitos de sete hospitais de campanha para atendimento de pacientes do covid-19.

Leia também: MPRJ abre investigação contra OS responsável pela montagem do hospital de campanha de Campos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: