Assassino mais procurado da Holanda é preso pela PF na Barra da Tijuca

O assassino mais procurado da Holanda, identificado como Gerel Lusiano Palm, foi preso por agentes da Polícia Federal, na manhã desta quarta-feira, na Barra da Tijuca, Zona Oeste do Rio. O holandês, de 38 anos, faz parte da lista de Difusão Vermelha da Interpol.

O preso foi condenado pelo Tribunal de Oos-Brabant, em 14 de janeiro de 2021, à pena de 20 anos de prisão por tentativa de homicídio doloso (quando há intenção de matar) e porte ilegal de arma de fogo. Palm também responde outro processo pelo crime de homicídio, no ano de 2015. Ele estava foragido há três anos após escapar de uma prisão no Suriname. Na ocasião, o criminoso conseguiu desarmar um dos agentes penitenciários e o forçou a ajudá-lo na fuga.

Além do histórico de homicídios, Palm era procurado por tráfico de drogas pelo Drug Enforcement Administration (DEA), órgão de polícia federal do Departamento de Justiça dos Estados Unidos.

O pedido de prisão preventiva para fins de extradição foi formulado pelo Escritório Central Nacional da Interpol, em Brasília, com base nas informações da Difusão Vermelha incluídas pelas autoridades da Holanda.

A localização e prisão do estrangeiro foi realizada pelos policiais federais lotados no Núcleo de Cooperação Policial Internacional (Interpol/RJ), com apoio da equipe da Delegacia de Repressão a Entorpecentes (DRE/PF) e do Centro de Cooperação Policial Internacional da PF no Rio de Janeiro (CCPI/PF).

O mandado de prisão preventiva foi expedido pelo Supremo Tribunal Federal nesta última sexta-feira. Com a captura, o criminoso será encaminhado ao sistema prisional até a extradição definitiva à Holanda.

O Dia*

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *