Após reprovação da LOA 2020 na Câmara, Rafael Diniz diz que não poderá pagar servidores, hospitais e outras despesas

Após a reprovação da Lei Orçamentária Anual (LOA) para 2020 na Câmara de Vereadores, o prefeito Rafael Diniz convocou uma entrevista coletiva para informar que os pagamentos de servidores, hospitais contratualizados, entidades filantrópicas e demais serviços da prefeitura estão comprometidos a partir de janeiro.

A nova derrota do governo ocorreu na tarde desta sexta-feira (20). O presidente da Câmara Fred Machado também informou durante a votação que os pagamentos do legislativo estariam comprometidos.

*Vereadores reprovam LOA para 2020 e Fred Machado diz que não poderá realizar pagamentos a partir de janeiro

Assista a coletiva do prefeito:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *