Após acidente na Bahia, NF cobra informações sobre segurança de voo na Bacia de Campos - Tribuna NF

Após acidente na Bahia, NF cobra informações sobre segurança de voo na Bacia de Campos

IPTU - Prefeitura de Campos dos Goytacazes

O Sindipetro-NF tem mantido contato com a área de logística e segurança de voo da Petrobrás, na Bacia de Campos, para conhecer as providências tomadas após o acidente que matou o piloto e deixou 12 feridos em voo de embarque para a plataforma de Manati, no Sul da Bahia, na quarta-feira passada.

O NF foi informado pelos representantes da empresa de que houve aumento no número de inspeções e auditorias nos helicópteros do modelo S-76, envolvido no acidente — que, na região, são utilizados pelo resgate aeromédico, e não para embarques e desembarques. A Bacia de Campos conta com três aeronaves deste tipo.

A empresa afirma ainda estar aguardando as conclusões da investigação do acidente na Bahia, para que tome eventuais outras providências. Ainda assim, garante que o modelo é confiável e tem muitas horas de voo.

De acordo com o coordenador do Departamento de Saúde do Sindipetro-NF, Alexandre Vieira, que tem mantido os contatos com a empresa, nos embarques e desembarques na região os modelos mais utilizados são o S-92 e Aw-139, com maior capacidade de passageiros.

O sindicato também questionou a companhia sobre os ângulos de pouso das aeronaves nas unidades. A entidade aguarda essa resposta, assim como novas informações sobre os desdobramentos da investigação e dos possíveis impactos sobre a região.

Os relatos da categoria petroleira sobre eventuais problemas com segurança de voo também são muito importantes. As informações podem ser enviadas para [email protected]. A identidade do trabalhador ou da trabalhadora é preservada pela entidade.

Fonte: SindipetroNF

Alerj

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *