Afastamento de Witzel não impacta processo de impeachment, diz Alerj

O afastamento de Wilson Witzel (PSC) do cargo de governador do Rio, a mando do Superior Tribunal de Justiça (STJ), não tem impacto no processo de impeachment que tramita na Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj), segundo a própria Alerj informou na tarde desta sexta-feira (28).

O processo de impeachment está interrompido desde que, no mês passado, o presidente do Supremo, Dias Toffoli, determinou que a Assembleia Legislativa do Rio (Alerj) forme uma nova comissão especial para analisar o processo de Witzel, a pedido da defesa do governador afastado.

A decisão definitiva depende do ministro Alexandre de Moraes, relator do caso. Ele pode determinar que siga a comissão original ou que uma nova seja constituída, com 25 deputados em vez de 18.

O pedido de impeachment de Witzel é baseado na Operação Placebo, que investiga supostos desvios na Saúde e cujo desdobramento culminou no afastamento do governador.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *