Wladimir faz vistoria em locais atingidos pela cheia do Rio Paraíba

O prefeito Wladimir Garotinho realizou vistoria nos bairros atingidos pela cheia do Rio Paraíba do Sul. Na manhã desta quarta-feira (12), ele percorreu os bairros Jardim Carioca, Parque Prazeres e Aldeia, além da localidade de Três Vendas. O chefe do executivo estava acompanhado dos secretários de Governo, Juninho Virgilio; Serviços Públicos, Fred Rangel; Limpeza Pública, Praças e Jardins, Simone Oliveira; Agricultura, Pecuária e Pesca, Almy Júnior; Defesa Civil, Alcemir Pascoutto, e o comandante da Guarda Civil, Wellington Levino.

No Jardim Carioca, na avenida Francisco Lamego, o prefeito acompanhou a ação da subsecretaria de Limpeza Pública. “O Paraíba continua subindo e várias ruas começaram a ser afetadas, com água minando pelos bueiros, na Beira Rio. As equipes estão colocando material com terra e areia, para criar uma contenção das águas. Estamos acompanhando de perto as comunidades que estão sendo afetadas e levantando as necessidades dos moradores, para minimizar os efeitos da cheia do Paraíba”, disse Wladimir.

As equipes de vistoria seguiram, pela Beira Rio, para o Parque Prazeres, mas nenhum alagamento foi verificado no local. Já no Parque Aldeia, junto à BR 356 (Campos-Itaperuna), o prefeito definiu uma série de ações com a Defesa Civil. Com o apoio da Cooperativa Agroindustrial do Estado do Rio de Janeiro (Coagro), foram colocadas terra e pedras em uma das margens da rodovia, criando uma espécie de dique de contenção para diminuir o fluxo de água do Paraíba sobre a pista em direção ao bairro.

“Viemos com a Defesa Civil fazer uma contenção também na estrada. É importante que as pessoas evitem passar no local, porque, embora não exista, até o momento, risco da pista ceder, mas a água está passando por cima da rodovia, a correnteza está forte e pedimos precaução que as pessoas não se arrisquem. Segurança em primeiro lugar”, destacou o prefeito, contando que a Coagro cedeu o material para a contenção.

Wladimir também estabeleceu que agentes da Defesa Civil, junto com diretores regionais e agentes de Desenvolvimento Local da Secretaria de Governo, façam o monitoramento ininterrupto, em esquema de prontidão, dos pontos mais críticos do município, passando informações em tempo real para que o Gabinete de Gerenciamento de Crise para enfrentar inundações aponte as medidas a serem adotadas de forma emergencial para cada uma das situações. O trabalho das equipes municipais também foi acompanhado pelos vereadores Dandinho de Rio Preto e Pastor Marcos Elias.

Trechos interditados:
Avenida Francisco Lamego, na descida da Ponte da Lapa
Avenida Nunes Faria, próximo à Estação de Tratamento de Esgoto (ETE)
Rua Adão Pereira Nunes, próximo à Portelinha

Subcom*

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *